Crueldade

Estado Islâmico divulga vídeo da execução a tiros de quatro sunitas no Iraque

Os radicais muçulmanos do EI controlam desde o mês de junho a cidade de Tikrit, ao norte de Bagdad, que dezenas de milhares de soldados tentam hoje recuperar

Da ABr
Da ABr
Publicado em 02/03/2015 às 17:45
Foto: YOUNIS AL-BAYATI / AFP
Os radicais muçulmanos do EI controlam desde o mês de junho a cidade de Tikrit, ao norte de Bagdad, que dezenas de milhares de soldados tentam hoje recuperar - FOTO: Foto: YOUNIS AL-BAYATI / AFP
Leitura:

A organização radical muçulmana Estado Islâmico (EI) divulgou hoje (02), vídeo da execução de quatro membros de uma tribo sunita na região de Tikrit, onde acontece uma grande ofensiva do exército iraquiano, acusando-os de colaborar com o Governo do Iraque.

Os radicais muçulmanos do EI controlam desde o mês de junho a cidade de Tikrit, ao norte de Bagdad, que dezenas de milhares de soldados tentam hoje recuperar.

No vídeo, divulgado por contas de Twitter favoráveis ao EI, os quatro homens são descritos como integrantes de uma tribo batizada com o mesmo nome de uma vila situada ao norte de Tikrit.

“Execução de uma célula Sahwa (do grupo anti-jihadista) de al-Alam”, lia-se num cartaz pouco antes de um homem, com a cara coberta, atirar contra a nuca dos quatro homens. Em dezembro, o EI divulgou fotos que mostram a execução de 13 membros supostamente da mesma tribo.

Segundo fontes militares, vários grupos de combatentes de tribos sunitas opositoras aos radicais tomam parte da ofensiva do exército iraquiano para libertar Tikrit, ao lado de unidades da polícia, e milícias e de voluntários xiitas.

No domingo, o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anunciou que estava em marcha uma operação e apelou aos habitantes de Tikrit que se revoltassem contra o Estado Islâmico.

Últimas notícias