Comunismo

Monumentos a Stalin são inaugurados pelos comunistas na Rússia

Militantes comunistas ergueram na quarta-feira uma estátua de Stalin de três metros de altura diante de uma fábrica da região de Maris

Da AFP
Da AFP
Publicado em 10/09/2015 às 14:50
Foto: DANIL SEMYONOV / AFP
Militantes comunistas ergueram na quarta-feira uma estátua de Stalin de três metros de altura diante de uma fábrica da região de Maris - FOTO: Foto: DANIL SEMYONOV / AFP
Leitura:

O partido comunista russo anunciou nesta quinta-feira (10) ter inaugurado na véspera dois monumentos dedicados a Joseph Stalin, o que reflete, segundo o grupo, a crescente popularidade do ditador soviético entre a população russa.

Militantes comunistas ergueram na quarta-feira uma estátua de Stalin de três metros de altura diante de uma fábrica da região de Maris, a leste de Moscou, e um busto dourado do ex-líder soviético ante a sede do partido em Penza, a sudeste da capital russa.

Centenas de pessoas acompanharam as duas cerimônias de inauguração, algumas carregando bandeiras vermelhas e retratos de Lênin, segundo as antenas locais do partido.

"Stalin era e continua sendo um excepcional homem de Estado, uma das figuras centrais da história mundial", comentou em um discurso o deputado comunista Dimitri Novikov.

Cerca de sessenta anos depois da denúncia pelo dirigente soviético Nikita Khrushchov - em 1956, três anos após a morte de Stalin - dos crimes do stalinismo e do culto à personalidade, a figura de Stalin divide profundamente a sociedade russa.

Uns o detestam pelas milhares de vítimas da repressão sangrenta de seu regime, mas outros destacam seu papel na vitória contra a Alemanha nazista e na industrialização do país.

A principal ONG de defesa dos direitos humanos russa, Memorial, está preocupada com a multiplicação de iniciativas destinadas a enaltecer a memória de Stalin.

Oficialmente denunciado pelo terror de Estado que orquestrou até sua morte, em 1953, Stalin se beneficia de uma certa compreensão por parte do poder atual, que ressalta o status de superpotência que a URSS teve na época ou as decisões justas que o dirigente tomou para industrializar o país.

Em 2013, Stalin liderava pesquisas sobre os heróis russos. Cerca de 39% dos russos sentem admiração, respeito ou simpatia por ele.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias