EUA

Amigo de atirador de San Bernardino é acusado de conspiração terrorista

Enrique Marquez é acusado de comprar ilegalmente os fuzis de assalto usados por Syed Farook e mulher

Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 17/12/2015 às 22:39
Foto: DAVID MCNEW  GETTY IMAGES NORTH AMERICA  AFP
Enrique Marquez é acusado de comprar ilegalmente os fuzis de assalto usados por Syed Farook e mulher - Foto: DAVID MCNEW GETTY IMAGES NORTH AMERICA AFP
Leitura:

Enrique Marquez, de 24 anos, um amigo de longa data e ex-vizinho do atirador de San Bernardino, Syed Farook, foi acusado nesta quinta-feira (17) de conspirar com ele para cometer crimes de terrorismo em 2011 e 2012 - informou o departamento de Justiça.

"O senhor Marquez conspirou com o senhor Farook para cometer ataques horríveis", declarou Eileen Decker, promotora federal do distrito do centro da Califórnia.

Enrique Marquez é acusado de comprar ilegalmente os fuzis de assalto que Syed Farook e sua mulher, Tashfeen Malik, usaram para matar 14 pessoas e ferir outras 22 em San Bernardino, Califórnia, no dia 2 de dezembro.

Marquez, 24 anos, que estava cooperando com as autoridades, enfrenta um terceiro processo por enganar os órgãos federais de imigração por combinar seu casamento com uma mulher da família de Farook, destacou o departamento de Justiça.

Farook e Malik morreram em um tiroteio com a polícia após o massacre de San Bernardino.

"Apesar de não existirem provas de que o senhor Marquez participou do atentado de 2 de dezembro ou que tinha conhecimento de sua preparação, a compra de duas armas de fogo e o fato de que não informou às autoridades o plano de Farook de cometer um crime tiveram consequências fatais", afirmou Decker.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias