ESTADOS UNIDOS

Manifestantes fazem ato contra Trump em comício do pré-candidato

Os manifestantes marcharam até o local em que estava ocorrendo o comício

Do Estadão Conteúdo
Do Estadão Conteúdo
Publicado em 19/03/2016 às 19:32
Foto: KENA BETANCUR / AFP
Os manifestantes marcharam até o local em que estava ocorrendo o comício - FOTO: Foto: KENA BETANCUR / AFP
Leitura:

Manifestantes bloquearam a principal rodovia que leva ao subúrbio de Phoenix, neste sábado (19), onde o pré-candidato republicano Donald Trump fazia um ato de campanha.

Por horas, os manifestantes - cerca de duas dezenas, ao total - pararam seus carros no meio da rodovia, carregando bandeiras com dizeres como "Precisamos parar Trump" e "Trump é odioso". O congestionamento chegou a quilômetros, com os motoristas explodindo em fúria.

Com a rodovia desbloqueada, os manifestantes marcharam até o local em que estava ocorrendo o comício, onde foram recebidos com vaias.

"Aprendam a falar inglês", gritou um apoiador do bilionário. "Vocês não podem mesmo mostrar suas faces", atacou outro partidário do Trump, em referência ao manifestantes que estavam com uma bandana cobrindo a face.

As primárias no Arizona acontecem na próxima terça-feira. O ganhador vai receber 58 delegados na convenção republicana.

Outras manifestações contra Trump ocorreram nos Estados Unidos. 

Em Nova York, os manifestantes se reuniram próximo ao Columbus Circle, próximo ao Central Park, em meio à presença maciça de policiais.

No ato, eles gritavam palavras de ordem e cantavam músicas como "Trump, vá embora, racista, sexista e antigay". Havia também cartazes que diziam "Trump adora odiar" e "Troque um Trump por 25 mil refugiados". O grupo marchou até a Trump Tower, o edifício erguido pelo bilionário na Fifth Avenue.

O protesto foi pacífico até que alguns manifestantes tentaram furar o cerco policial. Duas pessoas foram presas. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias