SÍRIA

Novos bombardeios em Aleppo apesar dos esforços por cessar-fogo

Mais de 250 civis, incluindo 50 crianças, morreram desde a retomada dos combates em Aleppo (norte) em 22 de abril

AFP
AFP
Publicado em 02/05/2016 às 7:37
Foto: IBRAHIM CHALHOUB / AFP
Mais de 250 civis, incluindo 50 crianças, morreram desde a retomada dos combates em Aleppo (norte) em 22 de abril - FOTO: Foto: IBRAHIM CHALHOUB / AFP
Leitura:

A cidade síria de Aleppo foi alvo de novos ataques aéreos na manhã desta segunda-feira (2), ao mesmo tempo que o secretário de Estado americano John Kerry tenta estimular uma trégua durante uma reunião em Genebra.

Mais de 250 civis, incluindo 50 crianças, morreram desde a retomada dos combates em Aleppo (norte) em 22 de abril, a maioria em bombardeios do regime sírio de Bashar al-Assad.

Após um dia relativamente tranquilo no domingo nos bairros da zona leste de Aleppo, controlados pelos insurgentes, os ataques foram retomados depois da meia-noite, segundo um correspondente da AFP. Vários bairros, incluindo o muito populoso Bustan al-Qasr, foram atingidos.

Até o momento não foi possível determinar se os últimos ataques deixaram vítimas.

Os rebeldes bombardearam com artilharia pesada no domingo à noite a zona oeste de Aleppo, controlada pelo regime, e mataram três civis, incluindo uma criança, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Diante da escalada, Kerry viajou a Genebra no domingo para encontros com ministros árabes e o enviado de paz da ONU, Staffan de Mistura, em uma tentativa urgente de acabar com a violência.

O conflito sírio deixou mais de 270.000 mortos desde 2011.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias