EUA

Polícia procura atirador do shopping em Washington que deixou 5 mortos

A polícia está analisando as gravações das câmeras de segurança do shopping, que mostrariam o suspeito carregando um fuzil

AFP
AFP
Publicado em 24/09/2016 às 8:07
KAREN DUCEY / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
A polícia está analisando as gravações das câmeras de segurança do shopping, que mostrariam o suspeito carregando um fuzil - FOTO: KAREN DUCEY / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Leitura:

A polícia prosseguia procurando o atirador que matou cinco pessoas durante um ataque em um shopping na capital Washington.

Quatro mulheres e um homem foram mortos, informou a polícia, aumentando o balanço de vítimas. O homem havia sido levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. 

O porta-voz da Polícia Estadual, sargento Mark Francis, descreveu o suspeito pelo tiroteio no shopping Cascade Mall, em Burlington, como um "hispânico vestido de cinza".

Testemunhas revelaram à rádio local KOMO News que o homem entrou caminhando no shopping e abriu fogo.

A polícia está analisando as gravações das câmeras de segurança do shopping, que mostrariam o suspeito carregando um fuzil.

O alerta à polícia foi dado às 18H58 local (21H58 Brasília), informou o agente Rick Johnson à rede de televisão CNN.

Segundo a TV local, as lojas próximas ao shopping foram evacuadas.

 

O shopping Cascade Mall foi evacuado e os serviços de emergência chegaram ao local para socorrer os feridos "sob escolta", após a polícia se certificar de que não havia mais risco.

 

Após o ataque, o suspeito foi visto caminhando em direção à estrada interestadual, pouco antes da chegada da polícia, declarou Francis, acrescentando que está sendo "procurado ativamente" em uma vasta operação de captura.

 

"Testemunhas estão sendo interrogadas e logo decidiremos os passos a seguir", disse o policial Johnson, que pediu à população que "permaneça em casa e informe qualquer coisa que pareça suspeita".

 

Burlington é uma cidade situada 110 km ao norte de Seattle, próxima à fronteira com o Canadá.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias