PAZ

Papa Francisco pede o fim da guerra na Síria

As forças governamentais estreitam o cerco aos insurgentes em um local onde tudo falta.

AFP
AFP
Publicado em 11/12/2016 às 14:20
Foto: AFP
As forças governamentais estreitam o cerco aos insurgentes em um local onde tudo falta. - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O papa Francisco fez neste domingo um apelo à paz e pediu o fim da guerra na Síria, depois de proclamar diante de milhares de católicos na Praça de São Pedro: "Não à destruição, sim à paz!".

"Apelo ao compromisso de todos para que se faça uma escolha a favor da civilização, não da destruição, sim à paz, sim ao povo de Aleppo e da Síria", afirmou o papa durante o Angelos, falando do balcão de seu escritório no palácio apostólico.

"Cada dia tenho presente, principalmente na oração, as pessoas em Aleppo. Não se pode esquecer que Aleppo é uma cidade e que lá há pessoas: famílias, crianças, idosos, doentes... Infelizmente, já estamos acostumados com a guerra e a destruição", lamentou o pontífice.

O exército sírio reforçou sua vantagem perante os rebeldes no leste de Aleppo e o êxodo dos moradores dessa cidade no norte da Síria prosseguiu com a fuga de mais de 10.000 civis em poucas horas neste domingo.

As forças governamentais dominam agora 85% do leste de Aleppo e estreitam o cerco aos insurgentes em um local onde tudo falta, especialmente a comida.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias