DEFESA

Fracassa teste de EUA e Japão para interceptar mísseis

Os Estados Unidos gastaram, até hoje, 2,2 bilhões de dólares no sistema, e o Japão cerca de um bilhão

AFP
AFP
Publicado em 22/06/2017 às 17:17
Foto: AFP
Os Estados Unidos gastaram, até hoje, 2,2 bilhões de dólares no sistema, e o Japão cerca de um bilhão - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

A Marinha dos Estados Unidos e o Ministério de Defesa do Japão fracassaram ao tentar interceptar um míssil balístico em um teste com seu sistema conjunto no Havaí, anunciou o exército americano.

Os dois países trabalham juntos desde 2006 para desenvolver uma variante do Standard Missile-3, um míssil lançado a partir de um barco que opera como parte do sistema de defesa Aegis para interceptar mísseis balísticos de curto ou médio alcance.

No teste de terça-feira (20) à noite se lançou um míssil de curto a médio alcance das instalações de Kauai (Pacific Missile Range Facility), no Havaí, informou na quarta-feira o Departamento de Defesa americano (MDA) em um comunicado.

O destruidor de mísseis guiados "USS John Paul Jones" o detectou e acompanhou com seu radar a bordo, utilizando o sistema Aegis.

"Após obter e monitorar o alvo, o barco lançou um míssil guiado SM-3 Block IIA, mas este não interceptou o alvo", disse o MDA.

Trata-se do quarto teste que usa o míssil SM-3 IIA, e o segundo teste de interceptação deste tipo. O anterior, realizado em fevereiro de 2017, foi bem-sucedido.

CUSTO

De acordo com o MDA, os Estados Unidos gastaram até hoje 2,2 bilhões de dólares no sistema, e o Japão cerca de um bilhão.

Este teste ocorre em um contexto de tensões crescentes sobre os avanços contínuos da Coreia do Norte em seu programa de mísseis balísticos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias