ÁSIA

Emirados Árabes Unidos diz que não quer mudança de regime no Catar

O ministro de Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, Anwar Gargash, disse não quer uma "mudança de regime" no Catar, mas uma "mudança de postura"

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 24/06/2017 às 13:53
Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP
O ministro de Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, Anwar Gargash, disse não quer uma "mudança de regime" no Catar, mas uma "mudança de postura" - FOTO: Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP
Leitura:

O ministro de Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, Anwar Gargash, afirmou que os países árabes que estão isolando diplomaticamente o Catar não buscam forçar a deposição da liderança do país, mas estão dispostos a cortar relações, caso não concorde com suas demandas.

Gargash disse a repórteres em Dubai neste sábado que os Emirados Árabes Unidos e seus aliados, a Arábia Saudita, o Egito e o Bahrein, não querem uma "mudança de regime" no Catar, mas uma "mudança de postura".

Os quatro países apresentaram uma lista com 13 demandas ao Catar, através da nação mediadora da crise, o Kuwait, na quinta-feira, dando dez dias para o Catar aceitar os pontos. Em resposta, o país divulgou que está analisando as demandas, que incluem o fechamento da rede de notícias Al-Jazira, o corte de relações com grupos islamitas como a Irmandade Muçulmana e acabar com relações com o Irã. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias