Choque

Vizinhos relatam choque ao descobrir que casal mantinha 13 filhos acorrentados

Segundo o canal CBS, o bairro que vivia a família Turpin, é de casas bem conservadas e segundo os vizinhos, todos os moradores cuidam um do outro

JC Online
JC Online
Publicado em 17/01/2018 às 11:46
Foto: Divulgação/Facebook
Segundo o canal CBS, o bairro que vivia a família Turpin, é de casas bem conservadas e segundo os vizinhos, todos os moradores cuidam um do outro - FOTO: Foto: Divulgação/Facebook
Leitura:

As pessoas que viviam perto da família Turpin não tinham ideia do que estava acontecendo dentro da casa. Muitos vizinhos, desconheciam que o casal, David Allen Turpin, de 57 anos, e sua esposa, Louise Anna Turpin, 49, mantinha 13 filhos acorrentados em um cativeiro, sete deles maiores de 18 anos. Segundo o canal CBS, o bairro que vivia a família Turpin, as casas são bem conservadas e segundo os vizinhos, todos os moradores cuidam um do outro.

"Não posso acreditar nisso. Não posso acreditar nisso. É tão triste", disse a vizinha Jennifer Luna.

Outra vizinha não imaginava que existissem maiores de 18 anos na casa. "Os filhos mais velhos, eu pensei que eles eram, como, 12, porque eles pareciam tão malnutridos, tão pálidos", disse Kimberly Mulligan. "Eles nunca pronunciaram uma palavra", disse Mulligan.

'Fuga'

Os vizinhos afirmaram que as crianças raramente se arriscaram fora, mas na manhã do último domingo (14), a polícia diz que uma filha de 17 anos foi embora, ou, como as autoridades dizem, escaparam.

As autoridades disseram que os prisioneiros estavam "famintos" e descreveram o ambiente como "escuro" e "fedorento". A criança mais nova tem 2 anos de idade. A polícia diz que inicialmente pensaram que todos os 13 eram menores de idade, mas ficaram chocados ao descobrir que sete deles eram adultos, sendo o mais velho 29. Os seis menores foram admitidos no Hospital Universitário Riverside e os adultos estão sendo tratados no Corona Regional Medical Center.

Entenda o caso

Doze irmãos foram encontrados acorrentados e famintos em uma casa de um povoado da Califórnia, e a polícia prendeu os pais por tortura e por colocar em risco a vida dos filhos, informaram as autoridades nesta segunda-feira (15).

A polícia encontrou o local alertada pela 13ª vítima, de 17 anos, que conseguiu escapar da casa, nos arredores de Perris, a sudoeste de Los Angeles. A jovem telefonou para o serviço de emergência 911 de um celular que encontrou na residência.

Últimas notícias