Atentado

Homens atiram contra hotel de luxo na cidade portuária no Paquistão

Autoria do atentado foi reivindicada por grupo extremista

AFP
AFP
Publicado em 11/05/2019 às 17:26
Notícia
BBC/ Reprodução
Autoria do atentado foi reivindicada por grupo extremista - FOTO: BBC/ Reprodução
Leitura:

Pelo menos uma pessoa morreu após um grupo de homens abrir fogo contra um hotel cinco estrelas na cidade portuária de Gwadar, no Paquistão - centro de um projeto de infraestrutura bilionário da China -, informou o Exército neste sábado. 

O atentado foi reivindicado por um grupo separatista, o Exército de Libertação do Baluchistão (ELB), a província mais instável e pobre do país. 

"Três terroristas tentaram forçar a entrada no PC (Pearl Continental) de Gwadar. Um guarda resistiu e os terroristas abriram fogo contra ele, que morreu", disse o departamento de comunicação do Exército em um comunicado. 

"Forças de segurança isolaram o perímetro. Hóspedes retirados em segurança. Terroristas cercados pelas forças de segurança na escadaria que leva ao último andar. Operação Liberação está em curso", afirmou um porta-voz dos militares à AFP.

Mohammad Aslam, agente de segurança do porto de Gwadar, disse que "não havia hóspedes chineses ou paquistaneses no hotel" e que ao menos três pessoas ficaram feridas.

Mais cedo, o ministro do Interior da província de Baluchistão, Ziaullah Langu, disse à AFP que quatro homens "abriram fogo" contra o hotel. "Há registros de algumas pessoas com ferimentos leves", informou.  

Entenda

Há três semanas, um grupo separatista armado reivindicou a responsabilidade por um ataque às forças de segurança e navais no Baluchistão, na província de Gwadar, que matou 14 pessoas.

O ELB é um dos diversos grupos insurgentes que lutam nesta província, abalada pela violência separatista, islâmica e sectária há anos. 

O grupo atacou diversas vezes trabalhadores chineses no Paquistão, chegando a lançar um ataque à luz do dia contra o consulado chinês em Karachi, que deixou quatro mortos em novembro passado. 

O Pearl Continental é o principal estabelecimento de um megaprojeto bilionário da China em Gwadar. Ele único hotel de luxo em Gwadar, que era uma vila de pescadores, mas agora recebe delegações empresariais do Paquistão ou estrangeiras, bem como diplomatas, quando visitam a cidade. 

O hotel fica isolado em um ponto alto, com vista para o porto de Gwadar, que é o principal projeto do Corredor Econômico China-Paquistão. 

O gigantesco projeto de infraestrutura visa conectar a província chinesa ocidental de Xinjiang a Gwadar, no Mar da Arábia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias