Tragédia

Ataque a tiros deixa pelo menos dez mortos em Ohio

O ataque aconteceu menos de 24 horas depois de outro massacre no Texas (sul) que deixou 20 mortos.

Jennifer Thalis
Jennifer Thalis
Publicado em 04/08/2019 às 7:50
Foto: Derek Myer/AFP
O ataque aconteceu menos de 24 horas depois de outro massacre no Texas (sul) que deixou 20 mortos. - FOTO: Foto: Derek Myer/AFP
Leitura:

Pelo menos dez pessoas morreram em um tiroteio em Dayton, estado de Ohio (noroeste dos Estados Unidos), e o autor do disparos foi morto, anunciou a polícia na madrugada de domingo, menos de 24 horas depois de outro massacre no Texas (sul) que deixou 20 mortos.

O ataque aconteceu pouco antes da 1h00 (horário local) no distrito de Oregon, conhecido por seus bares e vida noturna, afirmou o tenente-coronel da polícia Matt Carper.

"Nos informaram sobre um atirador e múltiplas vítimas", disse.

"O autor está morto, por ferimentos de bala produzidos pela resposta policial", completou Carper, antes de informar que nenhum agente ficou ferido.

"Pelo menos 16 pessoas foram levadas com ferimentos para o hospital, mas não sabermos seu estado", afirmou.

O atirador abriu fogo na rua. A polícia tenta identificar o autor dos disparos e o FBI está auxiliando na investigação.

Outro ataque

O ataque aconteceu poucas horas depois de um homem armado matar 20 pessoas em El Paso, no estado do Texas.

Carper afirmou que o distrito de Oregon é "uma parte muito segura do centro" de Dayton, muito popular e visitado.

"Felizmente contávamos com muitos agentes nas imediações quando começou o incidente. Assim, a violência durou pouco tempo", declarou.

"É um incidente muito trágico e estamos fazendo todo o possível para investigar e tentar identificar a motivação do tiroteio".

O tenente-coronel indicou que testemunhas estão sendo interrogadas para determinar se há mais alguém envolvido no ataque.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias