Vírus

Coronavírus pode ter sido transmitido por consumo de sopa de morcego ou carne de cobra, diz estudo

Vírus já matou 17 pessoas na China

Debora Bruna Oliveira
Debora Bruna Oliveira
Publicado em 23/01/2020 às 15:07
Notícia
Foto: Reprodução/Instagram
Vírus já matou 17 pessoas na China - Foto: Reprodução/Instagram
Leitura:

De acordo com um estudo  publicado no Journal of Medical Virology a suspeita é de que o surto de coronavírus, que surgiu em Wuhan, na China, e infectou mais de 600 pessoas, possa ter relação com o consumo de morcego e carne cobra, ambos vistas como uma iguaria local.

Após a equipe de cientistas comparar o genoma de cinco amostras do novo vírus com 217 vírus parecidos coletados em várias espécies, a conclusão é de que uma proteína do vírus possa ter sido alterada de forma a se ligar aos receptores das células hospedeira de uma espécie de cobra e de morcego.

Tanto a carne da cobra, quanto a carne de morcego são consumidas em sopas na China.

>> Embaixada da China no Brasil promete transparência sobre coronavírus

>> Período de incubação do coronavírus é de sete dias, dizem especialistas da China

>> Brasil aguarda definição da OMS sobre coronavírus

O vírus

O coronavírus identificado na China foi chamado de 2019-nCoV. O novo vírus, que é similar ao causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), matou até o momento 17 pessoas e infectou centenas na China, que em alguns dias celebrará o Ano Novo Lunar, quando ocorrem milhões de deslocamentos. 

Mais brando que a Sars 

Comparados com os da Sars, os sintomas desse novo vírus parecem ser menos agressivos, e os especialistas destacam que o balanço de mortos ainda é relativamente baixo. 

Segundo as autoridades de Wuhan, 25 de mais de 200 pessoas infectadas na cidade se curaram. "É difícil comparar essa doença com a Sars", comentou Zhong Nanshan, um reputado cientista da Comissão Nacional de Saúde da China em uma coletiva de imprensa nesta semana. "É suave. O impacto no pulmão não é como a SRAS".  No entanto, os cientistas ressaltam que o vírus ser suave também pode gerar alarde já que, com sintomas mais leves, as pessoas podem continuar viajando antes de detectarem a presença do vírus.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias