CORRIDA PRESIDENCIAL

Com 62% dos votos apurados, Pete Buttigieg lidera primárias democratas nos EUA; Sanders é segundo

Considerado favorito, Joe Biden, ex-vice-presidente de Barack Obama, está em quarto lugar

Marcelo Aprigio
Marcelo Aprigio
Publicado em 05/02/2020 às 7:33
Notícia
Foto: Win Mcnamee / Getty Images North America / AFP
Considerado favorito, Joe Biden, ex-vice-presidente de Barack Obama, está em quarto lugar - FOTO: Foto: Win Mcnamee / Getty Images North America / AFP
Leitura:

Pete Buttigieg surpreendeu ao assumir a liderança na votação nominal pela indicação do candidato democrata à Casa Branca em Iowa, segundo resultados parciais do Partido Democrata, que situam Bernie Sanders em segundo lugar e o favorito, Joe Biden, em quarto. O partido informou que com 62% dos votos apurados, Buttigieg, de 38 anos, ex-prefeito de South Bend, Indiana, liderava com 26,9%, seguido dos progressistas Sanders (senador por Vermont), com 25,1%, e Elizabeth Warren (senadora por Massachusetts), com 18,3%.

>> Casal gay sacode os EUA em pré-candidatura

>> Hillary Clinton diz que 'ninguém gosta' de Bernie Sanders

Biden, ex-vice-presidente de Barack Obama, tinha 15,6%, um pouco à frente do senador Amy Klobuchar, centrista como ele, com 12,6%. Assim como outros candidatos, Buttigieg já voltou suas atenções para New Hampshire, onde vai ocorrer a próxima votação, em 11 de fevereiro.

Discursando para uma multidão de apoiadores na cidade de Laconia, Buttigieg celebrou os resultados "surpreendentes" para um gay, millennial e ex-prefeito de uma cidade pequena que só passou a ser conhecido no país há um ano. "Não importa o que vai acontecer depois, isto é inegável, este fato representa uma vitória surpreendente para esta campanha, esta candidatura e esta visão de que todos vocês foram parte disso", declarou.

'Caucuses'

Estes resultados foram divulgados cerca de 21 horas depois de os eleitores de Iowa se reunirem em 'caucuses' que dão início à corrida para decidir quem vai enfrentar o presidente Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro, uma votação que foi afetada pelo que o partido chamou de registros de "inconsistências", devido a um "erro de codificação".

No excêntrico 'caucus' de Iowa, os eleitores se comprometem com o candidato de sua escolha, mas se este não conseguir alcançar o patamar de viabilidade de 15%, seus apoiadores podem realinhar sua escolha para um aspirante mais viável.

Neste realinhamento, Buttigieg pareceu ser particularmente bem sucedido, atraindo o apoio de muitos eleitores que optaram por ele depois que seu candidato favorito fracassou em alcançar o percentual de viabilidade.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias