tragédia

Perícia encontra as duas caixas-pretas do avião em que Eduardo Campos morreu

Na aeronave, estavam sete pessoas. Todas morreram no local

Da Folhapress
Da Folhapress
Publicado em 13/08/2014 às 19:55
Foto: AFP
Na aeronave, estavam sete pessoas. Todas morreram no local - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

A equipe de peritos encontrou duas caixas-pretas do avião que transportava o candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, que morreu na manhã desta quarta-feira (13) quando a aeronave em que voava com assessores caiu sobre um prédio em Santos (SP).

As duas caixas-pretas foram encontradas pelas equipes que trabalham no local e encaminhadas para perícia na Aeronáutica, segundo o delegado da Polícia Civil Aldo Galiano.

A Prefeitura de Santos informou que além de Campos mais seis pessoas morreram no acidente. Ao menos cinco pessoas ficaram feriadas e foram encaminhadas para o hospital da região.

ACIDENTE - O ex-governador e candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) morreu após o jatinho onde estava cair em Santos, litoral de São Paulo. O acidente aconteceu por volta das 10h. A aeronave do candidato saiu do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para o Guarujá, em São Paulo, onde ele tinha evento de campanha na manhã de hoje. Chovia muito na hora do acidente. O piloto ainda tentou arremeter, mas não conseguir e acabou caindo por cima de algumas casas.

Estavam na aeronave sete pessoas. O candidato à presidência Eduardo Campos, os dois pilotos Geraldo da Cunha e Marcos Martins, Pedro Valadares Neto (assessor), Carlos Augusto Leal Filho, conhecido como Percol (assessor de imprensa), Marcelo Lyra (cinegrafista) e Alexandre Severo (ex-fotográfo deste JC).

Últimas notícias