Operação

CPI da Petrobras vai pedir acesso à lista dos indiciados na Lava Jato

Solicitação consta de um dos 109 requerimentos aprovados ontem (5) pela comissão parlamentar da Câmara dos Deputados

Da Agência Brasil
Da Agência Brasil
Publicado em 06/03/2015 às 11:58
Foto: AFP
Solicitação consta de um dos 109 requerimentos aprovados ontem (5) pela comissão parlamentar da Câmara dos Deputados - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras vai pedir ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o acesso à lista com os nomes dos 54 indiciados na Operação Lava Jato da Polícia Federal. O documento foi entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) na última terça-feira (3).

A solicitação consta de um dos 109 requerimentos aprovados ontem (5) pela comissão parlamentar da Câmara dos Deputados. O primeiro aprovado foi referente à convocação do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, cujo depoimento está previsto para terça-feira (10). Como o ex-gerente está em regime de prisão domiciliar, sua ida à CPI depende de autorização judicial. 

A CPI aprovou a convocação dos ex-presidentes da Petrobras Graça Foster e Sérgio Gabrielli; dos ex-diretores de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, da Área Internacional, Nestor Cerveró, de Serviços, Renato Duque; da diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Magda Chambriard, e do doleiro Alberto Youssef. 

O presidente da SBM Offshore no Brasil, Phillippe Levy também será chamado a depor. A empresa holandesa é investigada pelo pagamento de propina aos ex-diretores da estatal. Entre eles está Barusco que, em delação premiada, disse ter recebido mais de US$ 20 milhões de propina da empresa. O ex-diretor afirmou que o pagamento por parte da SMB começou em 1997, durante o governo Fernando Henrique Cardoso. 

As convocações fazem parte dos 43 requerimentos listados pelo relator Luiz Sérgio (PT-RJ), constantes no plano de trabalho que norteará os trabalhos da CPI. O presidente da comissão, Hugo Motta (PMDB-PB), informou que os trabalhos serão divididos em reuniões para as oitivas, deliberação de requerimentos e análise da documentação. Ontem (5), a CPI recebeu 334 requerimentos que devem ser apreciados na próxima quinta-feira (12).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias