Solução

Temer defende acordo sobre reajuste de servidores do Judiciário

Presidente em exercício disse que as ?condições atuais? ensejam um ?diálogo muito grande? do governo com as representações dos servidores

Da ABr
Da ABr
Publicado em 01/07/2015 às 20:43
Foto: José Cruz / Agência Brasil
Presidente em exercício disse que as ?condições atuais? ensejam um ?diálogo muito grande? do governo com as representações dos servidores - FOTO: Foto: José Cruz / Agência Brasil
Leitura:

O presidente da República em exercício, Michel Temer, defendeu nesta quarta-feira (1º) um acordo com os servidores do Judiciário e o Supremo Tribunal Federal para que seja encontrada uma solução em torno do reajuste salarial da categoria, aprovado na terça (30) pelo Senado Federal.

Em entrevista a jornalistas, ele disse que os servidores merecem “todo e qualquer” reajuste, mas que as “condições atuais” ensejam um “diálogo muito grande” do governo com as representações dos servidores.

“As conversações continuarão. O ideal é que se chegue, em um determinado ponto, a um acordo, especialmente porque adiante virá a discussão do aumento dos servidores públicos em geral. Acho que ainda haverá um acordo, antes da hipótese de sanção ou veto”, afirmou.

O projeto de lei aprovado estabelece reajuste escalonado de 59,49% para servidores do Judiciário. Temer reconheceu haver dificuldades econômicas no momento para que o reajuste entre em vigor, mas ressaltou que os servidores merecem “todo e qualquer aumento”.

“O reajuste vem sendo pleiteado há muito tempo. No meu entender, é claro que os servidores do Judiciário merecem todo e qualquer reajustamento, mas acho que tudo isso chegará a um ponto de concórdia entre Executivo e Judiciário".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias