Governo

'PMDB sempre foi fator de estabilização para o País', diz Eliseu Padilha

Ex-deputado federal e ex-ministro Eliseu Padilha é um dos peemedebistas mais próximos ao vice-presidente Michel Temer

Do Estadão Conteúdo
Do Estadão Conteúdo
Publicado em 30/03/2016 às 12:44
Foto: Fotos Públicas
Ex-deputado federal e ex-ministro Eliseu Padilha é um dos peemedebistas mais próximos ao vice-presidente Michel Temer - FOTO: Foto: Fotos Públicas
Leitura:

O ex-deputado federal e ex-ministro Eliseu Padilha, um dos peemedebistas mais próximos ao vice-presidente Michel Temer (PMDB), afirmou nesta quarta-feira (29) que o PMDB sempre foi "um fator de estabilização do País" e está pronto para contribuir com o Brasil. 

Durante sessão solene da Câmara dos Deputados em comemoração aos 50 anos do PMDB, Padilha lembrou o rompimento do partido com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), ratificado ontem, e falou como se o partido já estivesse na Presidência.

"Não faremos absolutamente nada que contrarie o plano institucional. O PMDB está pronto para contribuir com o Brasil e não vai ser agora que vamos nos furtar", disse Padilha. "Somos transparentes e não podemos abrir mão do protagonismo nacional, pois temos ideias e soluções para o País", completou o ex-ministro, um dos fundadores do PMDB.

Entre os representantes de outros partidos que discursaram na sessão solene, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) elogiou o PMDB e disse que o partido "está preparado para um novo governo" com Temer no comando. 

"O vice-presidente da República, Michel Temer, tem maturidade, experiência e vontade de levar o País a uma nova fase e construir pontes para o futuro", disse Aleluia, numa referência ao nome do programa econômico "Uma Ponte Para o Futuro" elaborado pelo PMDB.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias