DENÚNCIA

No Facebook, Lula volta a negar que seja dono de triplex

Em sua conta na rede social Facebook, Lula disse que desde 30 de janeiro tornou públicos os documentos que provariam que ele não é o dono do triplex

ABr
ABr
Publicado em 14/09/2016 às 17:42
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Denunciado nesta quarta-feira (14) pelo Ministério Público Federal (MPF) pelo recebimento de vantagens da empreiteira OAS na reforma de um triplex em Guarujá (SP), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a negar que seja dono do imóvel.

Em sua conta na rede social Facebook, Lula disse que desde 30 de janeiro tornou públicos os documentos que provariam que ele não é o dono do triplex, alvo das investigações da Operação Lava Jato.

“Lula esteve apenas uma vez no edifício, quando sua família avaliava comprar o imóvel. Jamais foi proprietário dele ou sequer dormiu uma noite no suposto apartamento que a Lava-Jato desesperadamente tenta atribuir ao ex-presidente”, diz Lula em post publicado no Facebook.

Na publicação, o ex-presidente anexou um arquivo com vários documentos que, segundo ele e seus advogados, “desmontam farsa” sobre a titularidade do imóvel localizado no Condomínio Solaris.

Denúncia do Ministério Público

A denúncia do MPF também inclui os nomes da ex-primeira dama Marisa Letícia, do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro. Os outros quatro denunciados são pessoas ligadas à empreiteira Agenor Franklin Magalhães Medeiros, Paulo Roberto Valente Gordilho, Fábio Hori Yonamine e Roberto Moreira Ferreira.

Reprodução
A Lava Jato denunciou formalmente o ex-presidente Lula e a sua esposa Marisa - Reprodução
Reprodução
Também foram denunciados nesta quarta Paulo Okamotto, Léo Pinheiro e mais dois empresários - Reprodução
Reprodução
Na denúncia contra Lula, o Ministério Público Federal pede o confisco de R$ 87 milhões - Reprodução
Reprodução
Deltan Dallagnol chamou o governo Lula de propinocracia. "O governo regido pelas propinas'' - Reprodução

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias