RIO DE JANEIRO

Anthony Garotinho, ex-governador do Rio, é preso pela PF

A detenção foi solicitada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 16/11/2016 às 10:10
Foto: Inacio Teixeira/Coperphoto
A detenção foi solicitada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) - FOTO: Foto: Inacio Teixeira/Coperphoto
Leitura:

A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta quarta-feira, dia 16, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho. A detenção foi solicitada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). Agentes da delegacia da PF da cidade de Campos, reduto eleitoral de Garotinho, cumpriram o mandado de prisão na residência do ex-governador no Flamengo, bairro da zona sul da capital fluminense. 

Garotinho é alvo da Operação Chequinho, que investiga esquema de compra de votos em Campos. A PF mira o "Programa Cheque Cidadão" que teria sido usado para cooptar eleitores no último pleito no município situado ao Norte do Estado do Rio.  

Defensor de Garotinho afirma que prisão é ilegal

Alertado da presença de policiais na portaria do edifício para cumprimento do mandado de prisão, Garotinho desceu e se entregou. Na garagem, uma viatura da PF já o aguardava. O criminalista Fernando Fernandes, defensor de Garotinho, afirmou que "prisão é ilegal".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias