Novo Governo

Bolsonaro diz que parceria com Israel para dessalinizar água no Nordeste começa em janeiro

Ainda em janeiro, espera-se que seja implantada no Nordeste brasileiro uma instalação piloto para tirar água salobra de poços, dessalinizar, armazenar e distribuir para a agricultura familiar

Marina Costa
Marina Costa
Publicado em 25/12/2018 às 8:28
Foto: Agência Brasil
Ainda em janeiro, espera-se que seja implantada no Nordeste brasileiro uma instalação piloto para tirar água salobra de poços, dessalinizar, armazenar e distribuir para a agricultura familiar - FOTO: Foto: Agência Brasil
Leitura:

O presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, disse nesta terça-feira (25) que fará parcerias com Israel para beneficiar o Nordeste com projetos de dessalinização de água. Por meio de seu perfil no Twitter, Bolsonaro afirmou que o futuro ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, visitará em janeiro instalações de dessalinização, plantações e o escritório de patentes no país do Oriente Médio.

Instalação piloto

Ainda em janeiro, espera-se que seja implantada no Nordeste brasileiro uma instalação piloto para tirar água salobra de poços, dessalinizar, armazenar e distribuir para a agricultura familiar da região.

“Também estudamos junto ao embaixador de Israel e empresa especializada testar tecnologia que produz água a partir da umidade do ar em escolas e hospitais da região. Poderemos, inclusive, negociar a instalação de fábrica no Nordeste para venda desses equipamentos”, escreveu no Twitter.

Promessa foi feita na Rádio Jornal

Em entrevista à Rádio Jornal no último dia 2 de outubro, o então candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que pretendia utilizar tecnologia de Israel para tocar as obras da Transposição do Rio São Francisco. O presidenciável ressaltou a importância da água para uma região que sofre com seca, mas não se aprofundou sobre o assunto.

"Não queremos nova obra, queremos concluir as inacabadas. Acredito que a transposição seja a mais importante, queremos trazer de Israel a tecnologia para agricultura no semiárido, lá chove menos que no nosso semiárido e, mesmo assim, cultivam de tudo. Por que não fazer o mesmo aqui? Água é vida e com ela se resolve uma infinidade de problemas. Vamos seguir o exemplo dos trechos feitos pelo Exército Brasileiro, nosso Exercito vai colaborar e muito para a conclusão da obra que será feita de forma duradora para os anseios do povo nordestino", afirmou Bolsonaro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias