Empresa da família

Flávio omitiu microempresa com Bolsonaro em declaração ao TSE

Além de Flávio e Bolsonaro, a mãe do senador eleito e os irmãos dele, Carlos e Eduardo, também são sócios da empresa

Marcelo Aprigio
Marcelo Aprigio
Publicado em 25/01/2019 às 12:12
Foto: Luis Gustavo/Alerj
Além de Flávio e Bolsonaro, a mãe do senador eleito e os irmãos dele, Carlos e Eduardo, também são sócios da empresa - FOTO: Foto: Luis Gustavo/Alerj
Leitura:

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) omitiu em sua declaração de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), obrigatória no processo de registro de sua candidatura ao Senado Federal, a participação em uma empresa criada em conjunto com o pai, o presidente Jair Bolsonaro, a mãe e os irmãos Carlos e Eduardo. A Bolsonaro Digital LTDA foi aberta em abril de 2017 e tem um capital social de R$ 1 mil. As informações são do Valor Econômico.

Flávio, os irmãos e o pai têm, cada um, participações iguais de 24,90% ou 249 cotas. O 0,4% restante ficam com Rogéria Nantes Bolsonaro, mãe de Flávio e ex-mulher do presidente da República. De acordo com o Quadro de Sócios e Administradores (QSA), da Receita Federal, Rogéria é administradora da sociedade limitada.

Também candidatos em 2018, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) declaram possuir cotas de participação na empresa ao TSE.

Monetização de vídeos

Nos cadastros da Receita Federal, a Bolsonaro Digital LTDA tem como principal atividade econômica, a prestação de serviços de marketing direto. Em fevereiro de 2018, Flávio explicou ao site Buzfeed que a empresa foi criada para monetizar vídeos no YouTube. Na época, ainda deputado federal pelo Rio de Janeiro, Jair Bolsonaro disse desconhecer a existência da empresa. “Deve ter sido meu filho que fez essa empresa. Não sei. Eu apenas emprestei minha assinatura e dei procuração. Eu acho que ele criou, não tenho certeza",afirmou o hoje presidente da República.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias