Agricultura

'Há demandas mais urgentes', diz Tereza Cristina sobre isentar quem atira em invasor

A promessa foi reiterada nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro a representantes do agronegócio, durante a principal feira do setor, a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 03/05/2019 às 15:15
Notícia
Arquivo / Agência Brasil
A promessa foi reiterada nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro a representantes do agronegócio, durante a principal feira do setor, a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP) - FOTO: Arquivo / Agência Brasil
Leitura:

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, que a isenção para quem atirar contra invasores no campo é uma demanda antiga do setor rural, mas que há outras mais urgentes neste momento.

A promessa foi reiterada nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro a representantes do agronegócio, durante a principal feira do setor, a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP). Ele defendeu a isenção da punição a produtores rurais que atirarem contra invasores de terra.

Demanda 

"É uma demanda antiga, existe uma injustiça. Agora, eu não sei, eu preciso conversar. Estou com tantas demandas mais urgentes", disse a ministra quando questionada sobre o assunto.

Cristina lembrou que a demanda surgiu porque antigamente havia muitas invasões de terras. "À época das invasões, isso era uma coisa muito séria. Eu espero que, com o presidente colocando ordem na casa, a gente não tenha mais invasões", declarou.

Últimas notícias