SUSPENSÃO

Ministra alemã diz que não pode dar dinheiro ''enquanto continuam desmatando'' a Amazônia

Svenja Schulze rebateu a fala do presidente Jair Bolsonaro em que ele afirma que o Brasil ''não precisa do dinheiro'' de Berlim

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 12/08/2019 às 16:46
Notícia
Foto: AFP
Svenja Schulze rebateu a fala do presidente Jair Bolsonaro em que ele afirma que o Brasil ''não precisa do dinheiro'' de Berlim - Foto: AFP
Leitura:

A ministra alemã do Meio Ambiente, Svenja Schulze, disse que não podia "simplesmente ficar dando dinheiro enquanto continuam desmatando [a Amazônia]". O comentário foi feito após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que o Brasil "não precisa do dinheiro" de Berlim.

"Apoiamos a região amazônica para que haja muito menos desmatamento. Se o presidente não quer isso no momento, então precisamos conversar", afirmou Schulze. A ministra disse ainda que pretende manter o diálogo aberto com o governo de Jair Bolsonaro.

Suspensão

No último sábado (10) foi divulgado que a Alemanha decidiu suspender o apoio financeiro dado a conservação na Amazônia. Essa suspensão irá afetar repasses de U$ 35 milhões (aproximadamente R$ 156 milhões). "A política do governo brasileiro na Amazônia levanta dúvidas sobre se uma redução consistente das taxas de desmatamento ainda está sendo perseguida", disse a ministra alemã.

O presidente Jair Bolsonaro rebateu a suspensão e disse que o Brasil "não precisa do dinheiro". Ele disse ainda que a Alemanha "vai deixar de comprar à prestação a Amazônia".

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias