Oposição

No Twitter, Haddad fala em impeachment de Witzel e o acusa de ser 'assassino'

Haddad e Witzel são colocados como possíveis presidenciáveis em 2022

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 21/09/2019 às 18:37
Notícia
Antônio Cruz/ Agência Brasil
Haddad e Witzel são colocados como possíveis presidenciáveis em 2022 - FOTO: Antônio Cruz/ Agência Brasil
Leitura:

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) defendeu neste sábado, 21, no Twitter, o impeachment do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), e o acusou de ser "um assassino". Haddad afirmou, sem especificar, que "coisas absurdas estão acontecendo".

Ele afirmou também na postagem que "há razões de sobra" para a destituição de Witzel por impeachment. Haddad disse que ele é "o grande responsável pelas atrocidades que se cometem no Rio". O ex-prefeito de São Paulo e o governador do Rio são apontados como possíveis candidatos a presidente em 2022. A reportagem entrou em contato com a assessoria de Witzel e aguarda um posicionamento.

Leia a íntegra do tuíte de Haddad:

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias