PROGRAMAS

Em Jaboatão, Damares anuncia programas de combate à violência contra mulher

A ministra afirmou que, em breve, novos programas devem ser anunciados na cidade

JC Online
JC Online
Publicado em 13/09/2019 às 11:46
Notícia
Foto: Bianca Sousa/JC Imagem
A ministra afirmou que, em breve, novos programas devem ser anunciados na cidade - FOTO: Foto: Bianca Sousa/JC Imagem
Leitura:

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, visitou o município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), para anunciar a parceria entre sua pasta e a prefeitura a fim de implementar de forma piloto no Nordeste os programas “Qualifica” e “Salve Uma Mulher”, para prevenção e enfrentamento de violência contra a mulher.

Segundo Damares, o 'Qualifica' é um programa voltado para qualificação e capacitação das mulheres. "Nós entendemos que muitas mulheres continuam com o agressor porque muitas vezes ele é o provedor e a autonomia econômica e financeira da mulher pode tirá-la desse ciclo de violência", falou a ministra.

Sobre o segundo programa, Damares Alves disse que ele será desenvolvido em parceria com a sociedade civil, atuando com pessoas que já desenvolvem algum trabalho com mulheres. "Vamos trabalhar com salões de beleza, academias para que possam identificar se uma mulher está com uma marca de violência e conversar com essa mulher para orientá-la a buscar ajuda", explicou.

A ministra também afirmou que o programa também deve treinar líderes religiosos no âmbito do "Salve Uma Mulher". "Queremos orientar como um diácono ou uma diaconisa de uma igreja podem identificar uma mulher em sofrimento, ampliando o programa para alcançar todo mundo que, lá na ponta, trabalha com mulheres", disse Damares Alves.

Damares pediu ajuda da sociedade no combate à violência contra mulher. "Nós não vamos resolver o problema da violência contra mulher sozinhos. A sociedade civil precisa vir junto. E esse enfrentamento tem que ser agora, hoje. Não pode ser amanhã."

ESCOLHA DE JABOATÃO

Questionada sobre o motivo de ter escolhido Jaboatão para lançar os programas, a ministra respondeu que a escolha se deu porque a cidade governada por Anderson Ferreira (PL) "tem um trabalho espetacular com as mulheres". Ela também disse que conhece o prefeito pessoalmente e sabe do "seu compromisso com o fortalecimento da família e a defesa da mulher."

Damares explicou ainda que no início da sua gestão no ministério, Anderson a procurou para firmar parcerias, o que também fez a cidade ser escolhida para a implantação de outros programas em breve. Sobre o Recife, a ministra disse que não foi procurada pela prefeitura ainda.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias