Transporte público

Governo Paulo Câmara aumentará valor das passagens de ônibus

O secretário das Cidades, André de Paula, diz que não há como fugir do reajuste nas tarifas

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 02/01/2015 às 16:21
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
O secretário das Cidades, André de Paula, diz que não há como fugir do reajuste nas tarifas - FOTO: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Leitura:

Os secretários estaduais foram empossados nesta sexta-feira (02) e alguns já terão pela frente missões consideradas "indigestas". Escolhido para comandar a Secretaria das Cidades, responsável pelo Grande Recife Consórcio de Transportes, André de Paula (PSD), já trata do aumento das passagens. "Isso está ocorrendo em todos os estados e em todas as capitais apesar de não ser um tema simpático. Não vamos fazer isso com alegria. É uma pauta urgente e vai ocorrer o mais rápido possível", disse.

André lembrou que o governo tem lançado mão de recursos públicos para manter o sistema de transporte, mas garantiu que ainda assim a melhoria no serviço só ocorrerá se houver um incremento financeiro. "Esta definição vai ocorrer nos próximos dias. Há uma compreensão das pessoas de que não há como fugir do reajuste. Isso acontece em todas as capitais. Não podemos cobrar a melhoria do sistema se não garantirmos um mínimo de recursos para o sistema", destacou.

Se André de Paula foi enfático ao tratar do reajuste no valor das passagens de ônibus, o mesmo não se pode dizer do governador Paulo Câmara (PSB). Em entrevista ao radialista Geraldo Freite na manhã desta sexta na Rádio Jornal, o socialista despistou sobre o assunto. "Eu preciso ter todas as informações para que a gente possa tomar uma decisão que seja de acordo com a melhoria do sistema. Queremos, na verdade, um transporte público de passeiros que funcione cada vez melhor. E isso envolve muitas variáveis. Não apenas o valor da passagem, mas principalmente uma melhoria no serviço", declarou.

Há quatro tarifas de õnibus na Região Metropolitana do Recife. A mais barata, do Anel A, custa R$ 2,15. As demais são R$ 3,35 para o Anel B; R$ 2,65 para o Anel D; e R$ 1,40 para o Anel G.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias