eleições 2016

João Paulo tenta associar Geraldo Julio à PEC 241

Petista afirma que ministros pernambucanos estão apoiando socialista. Mendonça Filho (DEM) vai processar João Paulo

Mariana Araújo
Mariana Araújo
Publicado em 27/10/2016 às 6:49
Foto: Társio Alves/Divulgação
Petista afirma que ministros pernambucanos estão apoiando socialista. Mendonça Filho (DEM) vai processar João Paulo - FOTO: Foto: Társio Alves/Divulgação
Leitura:

João Paulo está tentando ligar o prefeito-candidato Geraldo Julio (PSB) à PEC 241, que prevê o limite de gastos federais. Nessa quarta (26), no seu guia, o petista associou o socialista ao governo federal. “O PSB de Geraldo está no governo Michel Temer, um presidente não-eleito que mandou para o Congresso a PEC 241”, disse o petista, no guia. 

No programa, João Paulo cita o corte de investimentos da PEC na área de educação. “Os ministros pernambucanos de Temer que apoiam esse golpe contra o ensino público estão com a candidatura de Geraldo”, diz uma apresentadora no guia. A declaração ocorreu um dia após João Paulo afirmar que irá procurar os ministros pernambucanos para parcerias, caso seja eleito.

Também nessa quarta (26), o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), informou que irá processar João Paulo na Justiça Eleitoral e na Justiça comum. O petista usou a imagem de Mendonça Filho no seu guia eleitoral e divulgou em suas redes sociais. O candidato apresenta cartas de baralho com as faces de Geraldo, do presidente Michel Temer (PMDB) e do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), associando os quatro personagens. 

Na inserção que cita Mendonça Filho mostra cartas de baralho com as faces de Geraldo, de Michel Temer (PMDB) e de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), buscando associar os quatro personagens. “Temer tem um ministro pernambucano que acabou com o Ciência sem Fronteiras, fechou vagas no Ensino Superior e que apoia Geraldo Julio”, diz a locução no vídeo de João Paulo. 

Em nota, Mendonça afirma que a atitude do petista busca “confundir a população” e “demonstra o desespero de João Paulo antes mais uma grande derrota eleitoral dele e do seu partido, o PT no Recife”. Mendonça apoiou a candidatura de Priscila Krause (DEM) no primeiro turno e, num movimento anti-petista, apoiou Geraldo Julio na segunda etapa da disputa.

João Paulo disse que recebeu a notícia do processo com naturalidade. “Há uma certa intolerância de Mendonça pela crítica”, disse o candidato. “Tudo que dissemos nós temos as matérias publicadas em diversos sites e até jornais nacionais e vamos resolver isso na Justiça, sem problema nenhum”, acrescentou.

JUSTIÇA ELEITORAL

Na manhã dessa quarta (26), João Paulo reuniu-se com o presidente do TRE-PE, Antônio Carlos Alves da Silva. Na pauta, o petista queixou-se do tratamento recebido pela sua coligação e pediu mais rigor no combate à boca de urna, domingo. O TRE não se pronunciou sobre o encontro.

Na tarde dessa quarta (26), em reunião com um grupo de idosos no bairro de Jordão Alto, o petista voltou a falar sobre a construção do Hospital do Idoso, prometido por Geraldo Julio. “A primeira questão ligada aos idosos é garantir uma política preventiva e de atenção ao idoso. Antes de qualquer hospital, é necessária a prevenção”, disse, no ato.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias