defesa

Governo e Ministério da Defesa assinam protocolo de cooperação

Protocolo firma acordo entre união e estado para desenvolvimento da indústria de defesa em Pernambuco

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 10/04/2017 às 13:33
Foto: Wagner Ramos/SEI
Protocolo firma acordo entre união e estado para desenvolvimento da indústria de defesa em Pernambuco - Foto: Wagner Ramos/SEI
Leitura:

O governador Paulo Câmara e o Ministro da Defesa, Raul Jungmann, assinaram um protocolo de cooperação para desenvolvimento da indústria da defesa em Pernambuco, nesta segunda-feira (10), no Palácio do Campo das Princesas.

O protocolo visa assegurar um acordo entre a união e o estado para desenvolvimento de atividade industrial voltada ao setor de defesa, destinados a produção, industrialização e comercialização de bens e prestação de serviços.

Com o acordo, o Ministério da Defesa vai ampliar os mecanismos de incentivo a indústria do setor, através de linhas de financiamento e benefícios tributários. O governo do estado ficará responsável pelo apoio no treinamento e capacitação de mão-de-obra que deverá ser contratada pelas empresas do setor de defesa.

Na região Nordeste, não há nenhum estado que possui esse tipo de indústria. Segundo o governador Paulo Câmara, a instalação de empreendimentos no ramo da defesa vai colocar Pernambuco em uma posição de destaque e gerar renda para os pernambucanos. “A gente vai aproveitar essa oportunidade para garantir espaços importantes no âmbito da indústria de armamento, e ao mesmo tempo gerar emprego e fortalecer a soberania do país”.

Nordeste

O Ministério da Defesa pretende estender esse modelo de protocolo de cooperação para os demais estados no Nordeste, financiados por fundos constitucionais. “Se nós conseguirmos que o fundo constitucional do Nordeste incorpore essa base industrial de defesa, vamos promover a descentralização dessas indústrias para o Nordeste. O nosso interesse é evidentemente regional. Agora, Pernambuco parte bem posicionado pelas suas vantagens logísticas, de indústrias e de recursos humanos que tem”, contou.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias