ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Com a morte de Uchoa, Cleiton Collins assume a presidência da Alepe

O pastor Cleiton Collins destacou a trajetória do deputado Guilherme Uchoa e disse que 'Pernambuco está triste' com sua morte

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 03/07/2018 às 14:07
Foto: Roberto Soares/Alepe
O pastor Cleiton Collins destacou a trajetória do deputado Guilherme Uchoa e disse que 'Pernambuco está triste' com sua morte - FOTO: Foto: Roberto Soares/Alepe
Leitura:

Diante da morte do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchoa (PSC), a Casa será presidida interinamente pelo primeiro vice-presidente, pastor Cleiton Collins (PP). Ele ficará durante o mês de julho e, em agosto, na volta do legislativo, no prazo em até cinco reuniões, deverá realizar uma nova eleição para vaga de presidente da casa.

Ainda assim, Cleiton ressaltou, na manhã desta terça-feira (3), que ainda vai avaliar o regimento interno da Alepe para ver se é necessário realizar uma nova eleição. "A gente assume e vamos ver o que o regimento diz. Vamos saber se precisa de eleição, pois faltam só cinco meses para terminar o mandato. Mas é um debate que não estamos com cabeça para fazer agora. Vamos fazer uma sessão de homenagem e decretamos luto de cinco dias", comentou.

O pastor ainda destacou a trajetória de Uchoa. "Recebi a notícia da morte com bastante tristeza, pois Guilherme marcou muito esse estado, lutou muito pelo povo. Em todas as repartições em que trabalhou, aqui na Alepe, sempre um grande professor, tinha capacidade do diálogo, a paciência de ouvir, isso deixa a gente triste, deixa o Estado triste, mas Deus que sabe todas as coisas", disse Collins.

SÉRGIO LEITE VOLTA PARA A ALEPE

Na vaga de Uchoa como deputado, deve assumir o terceiro suplente Sérgio Leite (PSC). Ex-deputado estadual, Sérgio fazia parte da coligação do PDT na época que Guilherme Uchoa foi eleito.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias