Eleições 2018

'Não sou apoiador da candidatura de Bolsonaro', diz Julio Lossio

Na última sexta-feira (21), a Rede decidiu expulsar Lossio por supostamente vincular sua campanha ao presidenciável

Vinícius Sales
Vinícius Sales
Publicado em 24/09/2018 às 18:44
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Na última sexta-feira (21), a Rede decidiu expulsar Lossio por supostamente vincular sua campanha ao presidenciável - FOTO: Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O candidato ao governo do estado pela Rede Sustentabilidade, Julio Lossio afirmou ao JC, nesta segunda-feira (24), que não apoiará o presidenciável pelo PSL, Jair Bolsonaro. Após receber o apoio de coronel Luiz Meira e Gilson Machado, aliados de Bolsonaro, a executiva nacional do partido decidiu expulsar o postulante do legenda. À Rádio Jornal, o Porta Voz Nacional da Rede, Pedro Ivo Batista, afirmou que Lossio cometeu infidelidade partidária ao ceder seu palanque para outro candidato.

“Esse candidato que ele apoia, há uma resolução nacional da Rede dizendo que a Rede não fará alianças com quem não expressa os valores democráticos, quem não defende a cultura de paz, quem defende posições extremistas. Ele descumpriu uma decisão político-nacional de aliança, ele descumpriu o estatuto da Rede e a lei eleitoral. Acima de Tudo traiu a convenção da Rede de Pernambuco”, afirma Ivo.

Procurado ele respondeu que não apoiará o capitão do exército e que a o material relacionado à sua imagem não pertencia à campanha da Rede. “Não sou apoiador da candidatura de Bolsonaro. Eu não divulguei material dele, porque ele não é meu. O material é do Coronel Meira. Ele tem o direito como candidato e cidadão. A minha imagem é pública, qualquer pessoa pode fazer o que quiser".

Comentando a decisão do partido em não se coligar com outros partidos considerados “extremistas”, ele complementa argumenta que a legenda já fez o fez em outros estados. “Eles alegam que a Rede tem uma diretriz de não se aliar a partidos extremistas, mas eles estão coligados, em outros estados com PRB, que é o partido do coronel Meira.” Questionado se manteria o apoio à Marina Silva (Rede) após a decisão do partido, ele afirmou que irá refletir sobre o assunto.

TRE

Após uma reunião em Brasília, na última sexta-feira (21), 21 dos 25 membros da Executiva Nacional da Rede votaram pela expulsão do ex-prefeito de Petrolina. Segundo um comunicado enviado no mesmo dia, a legenda ingressaria com um pedido de cancelamento de candidatura no Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco (TRE), nesta segunda. Até o momento, o TRE informou que nenhum pedido foi protocolado. Anteriormente, Lóssio confirmou que não foi notificado pelo partido e que continuará sua agenda de campanha normalmente.

MARCHA PELA FAMÍLIA

Indagado sobre a polêmica letra de um funk reproduzido na "Marcha Pela Família com Bolsonaro", realizada nesse domingo (23), na Avenida Boa Viagem, Lossio afirmou a música não “convém”, porém fez um paralelo do ato com a peça “Evangelho O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, onde ícone religioso é interpretado por uma atriz transexual. “Sou contra qualquer tipo de agressão ao outro. Da mesma forma que essa música não convém porque agride às mulheres, também eu sou contra você agredir, por exemplo, todo um povo cristão fazendo uma peça que Jesus é gay. Na história da Bíblia não temos Jesus como uma figura gay. Da mesma forma que seria uma agressão ao povo negro uma peça dizendo que Barack Obama é loiro dos olhos verdes, porque ele não é. Não podemos retratar as pessoas e a sua história como ela não é.”

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias