Segurança

Frenagem autônoma será item de série nos EUA

Governo norte-americano fechou um acordo com mais de 20 montadoras que, de acordo com as autoridades, representam mais de 99% do mercado local

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 19/03/2016 às 10:10
Divulgação
Governo norte-americano fechou um acordo com mais de 20 montadoras que, de acordo com as autoridades, representam mais de 99% do mercado local - FOTO: Divulgação
Leitura:

O sistema de frenagem autônoma será obrigatório nos veículos vendidos nos Estados Unidos a partir de 2022. O governo norte-americano fechou um acordo com mais de 20 montadoras que, de acordo com as autoridades locais, representam mais de 99% do mercado norte-americano: Audi, BMW, Fiat/Chrysler, Ford, General Motors, Honda, Hyundai, Jaguar Land Rover, Kia, Maserati, Mazda, Mercedes-Benz, Mitsubishi, Nissan, Porsche, Subaru, Tesla, Toyota, Volkswagen e Volvo. 

O acordo prevê que todos os carros novos lançados a partir de 1º de setembro de 2022 terão que contar com um pacote de tecnologias de série que evitam acidentes. O sistema funciona com auxilio de câmeras e sensores, acionados automaticamente quando há risco de colisão com outros carros. Caso o motorista não tome a atitude de acionar o freio o carro será capaz de parar por conta própria.




 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias