festa

Prévias carnavalescas com megaestrutura

Liberação de verbas para alguns blocos despertou desconfiança na população

Ricardo Banholzer
Ricardo Banholzer
Publicado em 25/02/2015 às 20:05
Leitura:

O Carnaval de Pernambuco foi maravilhoso: frevo, samba, maracatu e até rock. Mas o que mais me entusiasmou foi a descoberta de que Capiba era um profeta, pois previu o lamaçal da Petrobras quando compôs a música Trombone de Prata, que diz: “Pode acabar o petróleo, pode acabar a vergonha, pode acabar tudo enfim, mas deixem o frevo pra mim”. O perigo é a corrupção chegar às festas populares, pois algumas prévias carnavalescas despertaram desconfiança pelas megaestruturas que jamais teriam se dependessem de vendas de abadás camarotes.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias