Cena Política

Apoio do PSB a Ciro Gomes não é descartado, mas depende de ele se mostrar capaz de derrubar Bolsonaro no 1º turno

Se o cenário começar a apontar para um segundo turno entre Ciro e Lula (PT), os que gostariam de apoiar Ciro Gomes dentro do PSB teriam mais força para argumentar.

Igor Maciel
Igor Maciel
Publicado em 09/07/2021 às 12:00
Análise
RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
Ciro Gomes (PDT) precisa ser viável para ter apoio do PSB - FOTO: RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
Leitura:

No almoço do presidente do PDT, Carlos Lupi, com o governador Paulo Câmara (PSB) e o prefeito João Campos (PSB), quinta-feira (8), o clima foi de bastante franqueza.

Lupi quer que o PSB apoie Ciro Gomes (PDT) e deixou isso claro. Lembrou, discretamente, o apoio que Ciro deu a João em 2020.

>>> Carlos Lupi diz que PDT defende voto impresso auditável há 26 anos, mas quer implantação aos poucos

O presidente estadual do partido, Wolney Queiroz, presente, aproveitou para lembrar que independente de apoio do PSB, precisa montar um palanque para o pedetista no estado. Hoje, PDT e PSB são aliados.

Mas os socialistas também foram claros com Lupi: é cedo, mas Ciro precisa crescer nas pesquisas.

Dentro do PSB, a avaliação é que Ciro Gomes precisa ameaçar Bolsonaro nas pesquisas, aproximando-se de um segundo turno.

Se o cenário começar a apontar para um segundo turno entre Ciro e Lula (PT), os que gostariam de apoiar Ciro Gomes dentro do PSB teriam mais força para argumentar. Faltando 14 meses para a eleição, é difícil confirmar ou descartar qualquer coisa.

O PSB se preocupa também com a contrapartida em outros estados, para além da campanha presidencial. O partido pretende disputar o governo ou o senado em vários outros estados.

Lula, com o PT, tem muito a oferecer em alianças.

E Ciro?

Comentários

Últimas notícias