OPINIÃO

Durante o pico de superlotação de leitos em Brasília, Hospital das Forças Armadas se negou a receber pacientes

Leia a opinião de Cláudio Humberto

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
Publicado em 06/04/2021 às 7:44
Notícia
Reprodução/Facebook @HFA- Hospital das Forças Armadas
Hospital das Forças Armadas de Brasília - FOTO: Reprodução/Facebook @HFA- Hospital das Forças Armadas
Leitura:

Nega leitos e pede ajuda

O Hospital das Forças Armadas (HFA) é um hospital público, de Brasília, subordinado ao Ministério da Defesa, que atende também pelo SUS. Mas no pico da superlotação de leitos em Brasília, inclusive de UTI covid, com pessoas na fila de espera, o HFA negou a ajuda solicitada pelo governo do Distrito Federal para receber doentes na fila de espera. Depois, a situação se inverteu e foi a vez de o HFA pedir socorro para que os hospitais públicos da Capital recebessem seus pacientes excedentes.

O HFA não se impressionou com a crise na rede pública, alegando ser voltado ao atendimento de militares do Exército, Marinha e Aeronáutica. Com o esgotamento dos seus leitos, inclusive de UTI, o HFA recorreu à rede pública, depois contratou vagas na rede particular, no DF. A crise coincidiu com a ordem do ministro Benjamin Zymler, do TCU, para que o Ministério da Defesa informasse a ocupação dos seus leitos. A Defesa só divulgou os dados de ocupação no limite do prazo fixado pelo TCU, e mesmo assim depois de solicitar uma prorrogação.

Brasil chega a 26 mi de doses

O ritmo de vacinação do Brasil contra a covid continua surpreendendo, e para o bem. O País quebrou a
marca de 20 milhões de primeiras doses aplicadas, cerca de 26 milhões no total, 78 dias após iniciar a vacinação. A marca foi atingida pelo Brasil.

Juízo, senhores

O Brasil assiste a insegurança jurídica instaurada pela própria Justiça, incluindo o STF, com decisões
até conflitantes sobre um mesmo assunto, interferindo e até atrapalhando estratégias de combate à
pandemia.

Papagaiada

A moção ignorante contra cooperação científica e tecnológica com Israel foi aprovada por 35x6 votos em "assembleia geral extraordinária" dos professores da Universidade de Brasília. A UnB tem 2.800 docentes.

Trem pagador

Deputados de oposição realizaram audiência virtual na Câmara para discutir suposta "intervenção" do
governo federal nas universidades... federais. Para essa turma, o governo só tem o direito de pagar a
conta.

Comunicação

A Receita Federal trocou o titular e o adjunto da delegacia de Campo Grande (MS), Edson Ishikawa e Henry Tamashiro, que ficaram sabendo da exoneração por meio da mídia local. Nos tempos de comunicação instantânea, não custava informá-los para evitar constrangimento.

No Serasa

O Procon ainda espera a conclusão da investigação do Serasa Experian sobre o vazamento de 220 milhões de dados de brasileiros. A empresa, que julga a confiabilidade de um cidadão, jura que pode ser confiada.

LG notificada

O Procon notificou a LG para "esclarecer sobre o encerramento das operações" no setor de smartphones. A empresa precisa dar uma lista de todos os modelos de celular que já vendeu, comprovar a vida útil e ter planos para atender os consumidores que compraram seus produtos.

Frase

Para a vida voltar ao normal e acabar com o lockdown" - Deputado Delegado Francischini (PSL) pedindo para acelerar o processo de vacinação.

Comentários

Últimas notícias