OPINIÃO

Crise no Amazonas pode virar um trunfo do governo federal na CPI da covid-19

No total, para o Estado, o governo federal destinou R$1,4 bilhão, dos quais R$487 milhões serviram para ações vinculadas a luta contra pandemia e R$890 milhões para compensar perdas fiscais. Leia a opinião de Cláudio Humberto

JC
JC
Publicado em 14/04/2021 às 9:09
Notícia
FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
Jair Bolsonaro (sem partido), presidente do Brasil - FOTO: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

Aposta em resultado positivo

"Cartada" da oposição na CPI da covid, a crise no Amazonas pode virar um trunfo do governo federal. Governistas avaliam que vai ser possível demonstrar na CPI que recursos não faltaram para o Amazonas, nem para os municípios. No total, para o Estado, o governo federal destinou R$1,4 bilhão, dos quais R$487 milhões serviram para ações vinculadas a luta contra pandemia e R$890 milhões para compensar perdas fiscais. O governo repassou uma grande quantidade de recursos não só para o estado do Amazonas, mas também para o município de Manaus. "O Amazonas tem agora a menor taxa de infecção e está entre cinco que mais vacina", diz o líder do governo, senador Eduardo Gomes (MDB-TO). Até ontem, o Amazonas já havia aplicado uma dose em 768 mil dos 3,9 milhões de habitantes. No total, 4% estão completamente imunizados.

Mais que europeus

Ao atingir a marca de 32 milhões de doses de vacinas aplicadas, o Brasil imunizou o equivalente à soma de toda a população de três países europeus: Bélgica, Portugal e República Tcheca. Os europeus são elogiados pelo combate à pandemia, mas têm número proporcional de mortes maior que o do Brasil. Na rica Bélgica, morreram 2.021 pessoas a cada milhão de habitantes. No Brasil o número é de 1,6 mil.

Se a campanha brasileira de imunização fosse realizada na Austrália, por exemplo, todos os 25 milhões de habitantes teriam recebido uma dose. Os tchecos têm o segundo pior resultado do mundo: 2,6 mil por milhão. Em Portugal, foram 1,6 mil mortes para cada 1 milhão de habitantes. No quesito mortes por milhão de habitantes, o Brasil é o 15º do mundo, também atrás de Itália, Reino Unido e Estados Unidos. As 32 milhões de doses aplicadas supera a soma de toda a população dos três estados da região Sul do Brasil, com 29,5 milhões de habitantes.

 

Investigar, pode

Questão de ordem do senador Eduardo Girão (Pode-CE) demonstrou que a CPI pode, a exemplo do TCU, investigar governadores e prefeitos por desvio de recursos federais, como esta coluna explicou ontem.

Importante

O plenário do Supremo Tribunal Federal julga nesta quarta (14) recurso da Procuradoria-Geral da República contra a anulação das condenações de Lula na roubalheira investigada pela Lava Jato. Vai perder.

Favas contadas

Também está na agenda do plenário do Supremo o julgamento da ordem do ministro Luís Roberto Barroso, a pedido de opositores do governo, para o Senado instalar a CPI da covid. Prevalecerá o corporativismo.

Maceió avança

Prefeito de Maceió, JHC (PSB) comemorou ontem a marca de 200 mil doses da vacina contra a covid aplicadas na capital alagoana. "Vacina é esperança e fé em dias melhores, não canso de dizer", afirmou.

Mandou bem

Em dois anos, o deputado estadual paulista Sérgio Victor, líder do Novo, cortou 62% dos seus custos, incluindo penduricalhos tipo auxílio-moradia e auxílio-saúde e nomeação de assessores. Economizou R$4,4 milhões.

Ping-pong

Há 40 anos, o republicano Richard Nixon decretava o fim do embargo dos EUA contra a China, após 21 anos, e inaugurava a "diplomacia do ping-pong"; com a troca de jogadores de tênis de mesa entre os países.

 

Comentários

Últimas notícias