OPINIÃO

Brasil já ultrapassou os americanos e europeus na proporção da população vacinada

Em números absolutos, o Brasil vacinou 150 milhões de pessoas com ao menos uma dose, e administrou segunda dose ou dose única de imunizantes em 85 milhões

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
Publicado em 24/09/2021 às 6:26
Notícia
MYKE SENA/MS
Vaincação contra covid-19 - FOTO: MYKE SENA/MS
Leitura:

PNI completa 250 dias

A campanha do Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, completa 250 dias nesta sexta-feira (24) e segue em ritmo acelerado com 229 milhões de doses aplicadas desde 17 de janeiro. As doses foram suficientes para aplicar uma dose de vacina contra covid em 70% dos brasileiros e imunizar totalmente 40%. Em números absolutos, o Brasil vacinou 150 milhões de pessoas com ao menos uma dose, e administrou segunda dose ou dose única de imunizantes em 85 milhões. É como se o Brasil tivesse aplicado 915 mil doses por dia desde o início da campanha. Atualmente, a média diária gira em torno de 1,5 milhão. O Brasil já ultrapassou os americanos e europeus na proporção da população vacinada e deve passar os britânicos neste fim de semana. O sucesso da vacinação e não suspensão de medidas de distanciamento derrubaram a média de mortes ao menor nível em quase um ano.

Expansão da JBS enfrenta reações

A expansão da JBS produz desconfianças mundo afora. Agora, o órgão encarregado de zelar pela concorrência na Austrália, investiga a tentativa da empresa brasileira de adquirir o frigorífico local Rivalea, gigante do mercado mundial de carne suína. A suspeita da ACCC, sigla da Comissão Australiana de Concorrência e Consumidores, é que a pretendida aquisição sufocaria os demais concorrentes naquele país. O caso foi objeto da edição australiana do Guardian, que destacou o fato de que a aquisição da Rivalea não é o único em que a JBS se envolveu. Em outro litígio, a JBS é alvo da Australian Taxation Office, que apura suposto uso de privilégio legal para evitar a divulgação de documentos. Para a ACCC, a JBS controlar três dos quatro abatedores do sul do país significa potencial aumento de preços para quem importa: o consumidor.

Afano grande

Da fortuna federal transferida aos governos estaduais na pandemia, R$ 4,2 bilhões estão sob suspeita de irregularidades. O ministro Wagner Rosário (CGU) estima que R$ 250 milhões podem ter sido afanados.

Leite favorito

Importante consultoria internacional de risco político, a Eurasia aposta na vitória do governador gaúcho Eduardo Leite nas prévias do PSDB, de 21 de novembro, para escolher o candidato do PSDB a presidente em 2022.

Só falta isso

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, não enterrou o novo Código Eleitoral. Ainda. Mas avisou que "está sendo indicada" entre os líderes partidários a impossibilidade de a Casa analisar o tema a tempo.

Esfarrapado

O ex-presidente Michel Temer afirmou que o "nosso presidencialismo está esfarrapado". Segundo ele, a Constituição é jovem e já tivemos dois impeachments, além de inúmeros pedidos que causam traumas ao país.

Prioridades

Senadores devem estar mais preocupados em aparecer brigando na CPI do que aprovar projetos importantes: a sessão que avaliará endurecer regras para cargos em comissão foi adiada... por falta de quórum.

Nas redes

Para o bem e para o mal, o Brasil é o 3º no mundo no ranking de tempo gasto nas redes sociais, criado pela Cupomválido com dados da We Are Social e Hootsuite. São 3h42m por dia, atrás só das Filipinas e Colômbia.

Frase

"Quem não faz política, faz guerra" - Augusto Aras, procurador-geral da República, durante sua posse no segundo mandato.

 

Comentários

Últimas notícias