COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Candidatos do Sisu devem ficar atentos à lista de espera. Entenda como funciona

Somente quem não for aprovado em nenhuma das duas opções de inscrição poderá se candidatar aos remanejamentos

Margarida Azevedo
Cadastrado por
Margarida Azevedo
Publicado em 09/04/2021 às 15:44 | Atualizado em 09/04/2021 às 15:47
Marcello Casal JrAgência Brasil
Somente quem fez o Enem e não zerou a redação pode participar do Sisu - FOTO: Marcello Casal JrAgência Brasil
Leitura:

Perto de encerrar o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) - acaba às 23h59 desta sexta-feira (09) - muitos vestibulandos estão em dúvida sobre como funciona a lista de espera. No site do sistema há uma aba, na parte de cima, onde tem escrito Dúvidas. Lá o fera pode esclarecer algumas questões como essa da lista de espera.

Somente o estudante que não for aprovado em nenhuma das duas opções que se inscreveu poderá se inscrever na lista de espera, entre 13 e 19 de abril. Caso o candidato não acesse a página do Sisu neste período para confirmar o interesse em participar dos remanejamentos, ele ficará de fora. O MEC destaca que o candidato deve certificar-se de que sua manifestação foi realizada. Ao finalizar a manifestação, o sistema emitirá uma mensagem de confirmação.

E o fera só vai concorrer no remanejamento no curso que colocou como primeira opção na inscrição? Não. "O candidato apto poderá manifestar interesse para a primeira ou segunda opção de curso escolhida em sua inscrição no Sisu", explica o MEC no site.

Um detalhe bem importante: as convocatórias para os remanejamentos são feitas diretamente pelas instituições de ensino. Portanto, a partir de 19 de abril é preciso ficar ligado nos sites das universidades para saber se foi ou não aprovado.

VAGAS

De Pernambuco, participam as quatro universidades federais - UFPE, UFRPE, Univasf e UFAPE - além da estadual UPE e dos institutos federais IFPE e IF do Sertão. Ao todo, para o Estado, serão 14.779 vagas no Sisu 2021.1 (nesse total foram incluídas, da Univasf, somente as 800 vagas dos câmpus que estão em Pernambuco, nas cidades de Salgueiro e Petrolina).

São 7.824 para ampla concorrência, destinadas aos jovens que estudaram em escolas particulares, e 6.955 para concorrentes pelo sistema de cotas por terem cursado o ensino médio na rede pública.

Comentários

Últimas notícias