COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Em greve há 17 dias, professores da rede estadual de Pernambuco decidem manter paralisação

Assembleia virtual foi realizada na tarde desta quarta-feira, com votação de 718 professores. Pouco mais da metade aprovou a continuação da greve

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 05/05/2021 às 17:41
Notícia
YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Escolas estaduais voltaram a receber alunos, por etapas, desde 26 de abril - FOTO: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

Em greve há 17 dias - começou em 19 de abril - professores da rede estadual decidiram, em assembleia virtual realizada na tarde desta quarta-feira (05), manter a paralisação. A reunião contou com 718 votantes. Desse total, pouco mais da metade, 54,5%, votou pela manutenção do movimento. Outros 41,1% preferiam encerrar a greve. Houve 4,3% de abstenção.

Os docentes são contrários às aulas presenciais neste momento da pandemia de covid-19 por entenderem que a reabertura das escolas coloca a vida da comunidade escolar em risco. A categoria mantêm as atividades remotas e reivindica, entre outros pontos, a vacinação dos trabalhadores da educação, apoio tecnológico para atividades virtuais e normatização do trabalho remoto. São cerca de 33 mil professores atuando na rede estadual de Pernambuco.

Nas escolas estaduais, o retorno das aulas presencias definido pelo governo começou no dia 19 de abril com turmas da educação infantil, 1º ao 5º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. No dia 26 voltaram os estudantes dos 8º e 9º anos do ensino fundamental e do 2º ano do ensino médio. Na última segunda-feira (03) retornaram 6ª e 7ª séries do ensino fundamental e 1º ano do ensino médio.

A paralisação dos professores foi decretada ilegal pela Justiça, que estipulou multa de R$ 200 mil por dia de descuprimento. A decisão do TJPE saiu dois dias antes do início da greve, em 17 de abril. Foi motivada a partir de uma ação do governo estadual.

NÚMEROS DA COVID-19

A Secretaria Estadual de Saúde registrou, nesta quarta-feira (05), 2.143 casos de covid-19. Entre os confirmados hoje, 141 (6,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.002 (93,5%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 414.929 casos pessoas infectadas, sendo 40.983 graves e 373.946 leves.

Também foram contabilizados 54 óbitos, ocorridos entre 8 de novembro do ano passado até ontem (04). Com isso, o Estado soma 14.333 mortes pelo novo coronavírus.

Comentários

Últimas notícias