COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Falta pouco para acabar prazo de inscrição do SSA, vestibular seriado da UPE. Entenda as vantagens dessa seleção

Provas serão realizadas em dezembro. No SSA, os alunos do ensino médio realizam provas três vezes, ao final de cada série do ensino médio

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 15/08/2021 às 17:16
Notícia
YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Candidatos é avaliado durante todo o ensino médio - FOTO: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

Alunos do ensino médio que desejam participar do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE) devem se apressar. As inscrições para a seleção acabam na próxima quinta-feira (19). As provas serão aplicadas em dezembro. Neste formato de avaliação, o estudante realiza testes três vezes, ao final de cada série do ensino médio, mas só concorre às vagas no último ano. Há outras vantagens no vestibular seriado, se comparado ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa as notas do Enem.

As inscrições no SSA são online. A taxa para participar é de R$ 110. Uma das novidades é que as provas do SSA 1, para os alunos do 1º ano, e do SSA 2, para os estudantes dos 2º anos, serão em dois domingos seguidos, nos dias 5 e 12 de dezembro, como acontece no Enem. Antes eram aplicadas em um domingo e uma segunda-feira. O SSA 3, para os concluintes do ensino médio (estudantes do 3º ano), permanecerá em dois dias seguidos. As provas serão em 19 e 20 de dezembro.

Segundo o pró-reitor de graduação da UPE e presidente da comissão do vestibular, Ernani Martins, mais de 50 mil candidatos já se cadastraram para participar do vestibular seriado. Mas como a taxa de inscrição pode ser paga até o dia 23 de agosto, esse número pode mudar, uma vez que a inscrição só é validada após o pagamento da taxa.

Ele lembra que alunos que vão concluir a educação básica por meio de exame supletivo não podem fazer o SSA. "Apenas estudantes regularmente matriculados no ensino médio participam do SSA", informa Ernani. A UPE destina 1.740 vagas para o seriado, que correspondem a 50% das vagas ofertadas pela universidade. A outra metade é preenchida via Sisu.

A partir desse ano foram feitas algumas mudanças no SSA. Uma delas é o aumento da quantidade de vagas destinada aos cotistas, ou seja, egressos de escolas públicas (quem estudou em escola pública do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio). Passou de e 20% para 30%. Outra mudança é a inclusão dos estudantes de escolas federais, que antes não podiam disputar pelo sistema de cotas.

Entre as vantagens do SSA, estão a de que só caem assuntos que o estudante viu naquela série. E a cada ano é divulgada a nota separada do candidato por disciplina. Dá para o aluno investir na matéria que não se saiu bem no ano anterior e assim melhorar o desempenho.

Outro aspecto positivo é que o vestibulando concorre apenas com estudantes que estão concluindo o ensino médio, como ele, já que a disputa por vagas só acontece no 3º ano. No Sisu a concorrência acaba sendo maior porque participam estudantes que já acabaram o ensino médio.

Embora possa ser feito por qualquer pessoa, o SSA exige a presença do candidato em Pernambuco, para realizar as provas, três vezes, o que acaba limitando a participação de concorrentes de fora. No Sisu, como basta ter feito o Enem, a concorrência é nacional, o que aumenta a procura pelas vagas.

PROGRAME-SE

Inscrições: Até 19 de agosto
Onde: no site do SSA
Taxa de inscrição: R$ 110

Provas

SSA 1: 5 e 12 de dezembro, de manhã
SSA 2: 5 e 12 de dezembro, à tarde
SSA 3: 19 e 20 de dezembro, de manhã

Entenda as mudanças nas cotas

* Mais vagas
Passa a destinar 30% das vagas para quem estudou em escola pública do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Ou seja, do total ofertado (1.740 vagas), o SSA reserva 522 vagas para esse público

* Egressos de escolas federais
Passa a aceitar como cotista candidatos que estudaram em escolas federais

* Vulnerabilidade econômica
Os 30% das vagas das cotas serão divididos em dois extratos:
- 15% (261 vagas) serão para candidatos com renda familiar por pessoa de até 1,5 salário mínimo
- 15% (261 vagas) vão para concorrentes com renda familiar, por integrante, de mais de 1,5 salário mínimo

Vale lembrar

- O estudante só escolhe o curso que vai concorrer quando se inscreve no SSA 3
- Também somente quando é feita a inscrição no SSA 3 é que o candidato informa se vai concorrer pela ampla concorrência ou pelo sistema de cotas
- Ao conferir a renda familiar do candidato cotista, a UPE vai observar os comprovantes de rendimento dos últimos três meses considerando o último mês de inscrição. Portanto, será avaliada a renda dos meses de junho, julho e agosto

 

Comentários

Últimas notícias