Segurança do Enem

Enem 2021 contará com o aumento de 40% do efetivo da Polícia Militar em Pernambuco

Os agentes da PM atuarão na segurança dos 820 locais de realização do Exame em Pernambuco, além de auxiliar na escolta das provas junto à equipe dos Correios

Julianna Valença
Julianna Valença
Publicado em 18/11/2021 às 12:59
LUISI MARQUES/ACERVO JC IMAGEM
POLICIAMENTO Com o encerramento do curso de formação, o efetivo estará apto a ir para as ruas. SDS, no entanto, não informa quando os novos soldados começarão a atuar - FOTO: LUISI MARQUES/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Pernambuco contará com o apoio de 2.183 policiais militares por dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, que acontece nos dias 21 e 28 de novembro. O efetivo contou com ampliação de 40%, graças ao aumento de recursos repassados pelo Inep, contra 1.520 por dia na edição 2020. Os agentes atuarão na segurança dos 820 locais de realização do Exame no Estado, além de auxiliar na escolta das provas junto à equipe dos Correios.

>> Estudante de Pernambuco diz que Inep o colocou para fazer Enem na Paraíba sem que ele pedisse

>> Em intervenção inédita, gestão Bolsonaro faz seleção de questões do Enem

Em Pernambuco, 178.777 pessoas estão inscritas no Exame. As provas reúnem conhecimentos do Ensino Médio e são porta de entrada para milhares de jovens, todos os anos, nas universidades públicas e particulares.

Segundo a PM, os policiais estarão divididos nos 84 municípios do Estado que terão prova. Os agentes serão divididos da seguinte forma: quatro no Arquipélago Fernando de Noronha; 732 na Região Metropolitana  e Zona da Mata; 709 no Agreste; 398 no Sertão; e 249 nas escoltas.

O Coronel Alexandre Tavares, diretor adjunto de Planejamento Operacional, explica que nos dias do Enem haverá uma equipe de policiamento específica para os locais de prova. “Esse aumento é muito importante para que a gente preste um serviço de melhor qualidade voltado para aquelas pessoas que estarão envolvidas no ENEM 2021. Nós temos ainda uma malha de policiamento motorizada para apoiar o policiamento à pé e fiscalização”, declarou.

Toda a ação será monitorada através do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) que estará observando o que acontece nos locais de prova e nas vias que dão acesso a esses prédios. Outros órgãos estão envolvidos nesse processo, como as operativas da Secretaria de Defesa Social e Correios.

A Operação é um convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o INEP, que prevê o pagamento de uma cota de jornada extra de serviço, o que garantirá o lançamento dos policiais, sem comprometer a segurança nas outras regiões do Estado nesses dois dias de provas.

Comentários

Últimas notícias