Ausência

Enem 2021: Saiba como justificar a falta no Enem 2021

Neste primeiro dia do Enem, os portões abrem às 12h e fecham às 13h. Não é permitido entrar após o fechamento dos portões

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 21/11/2021 às 10:12
Marcello Casal JrAgência Brasil
Estudantes de todo Brasil farão o primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio neste domingo (21) - FOTO: Marcello Casal JrAgência Brasil
Leitura:

Matéria atualizada às 14h02 do dia 22 de novembro

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 começa a ser aplicado neste domingo (21) e, ao todo, 3,1 milhões de candidatos devem fazer o exame em mais 1,7 mil municípios. Entre as dúvidas mais recorrentes sobre a principal porta de entrada para as universidades brasileiras, está a justificativa da ausência para aqueles que de alguma forma não puderam comparecer nos locais de prova. É importante frisar que o período para o recebimento da justificava de ausência ainda não foi definido pelo Inep. 

Conforme as regras do edital deste ano, "o não comparecimento às provas nas datas, no local e nos horários informados pelo Inep caracterizará ausência do participante, não havendo segunda oportunidade para a realização das provas". 

A falta deverá ser justificada por aqueles  candidatos que tiveram o pedido de isenção da taxa de inscrição do Enem 2021, concedido. O período para prestar esclarecimentos será indicado pelo Inep, mediante as regras do edital do Enem 2022. O instituto é que irá analisar os documentos comprobatórios sobre o motivo do não comparecimento para a realização das duas provas. 

O envio dessa justificativa é feito através da Página do Participante, os candidatos devem preencher seus dados pessoais e escolher, entre as opções disponibilizadas no sistema, qual foi o motivo da ausência. Em seguida, é necessário anexar a documentação exigida. Entre os motivos que constam na Página do Participante, está: Casamento/União Estável; Morte na Família; Maternidade; Assalto/Furto; Acidente de Trânsito; entre outras questões.

No caso das pessoas que tiverem com alguma doença infectocontagiosa, a exemplo da covid-19,  a justificativa da ausência e o pedido para a reaplicação do exame deverá também deverá ser feito através da Página do Participante, até cinco dias após a realização da segunda prova (no dia 28 de novembro).

Segundo edital, as doenças infectocontagiosas são: covi-19, tuberculose, coqueluche, difteria, sarampo, rubéola, varicela, varíola, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem.

O Inep irá divulgar a data de reaplicação da prova, após análise dos dados cadastrados e da documentação exigida - o diagnóstico com a descrição da condição que motivou a solicitação, além da assinatura e identificação do profissional competente, com respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.


Primeiro dia

No primeiro dia do Enem, os candidatos responderão a questões objetivas de linguagens e ciências humanas, além de fazer a única prova subjetiva da avaliação, a redação. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h. Não é permitido entrar após o fechamento dos portões. As provas começam a ser aplicadas às 13h30 e terminam às 19h. O horário é o de Brasília.

O que é obrigatório levar?

Diante da pandemia da covid-19, é obrigatório o uso de máscara nos locais de aplicação do exame. é obrigatório levar documento de identificação original, com foto. Não são aceitos documentos digitais. Também é obrigatório o uso de caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente. É recomendado ainda que se leve o Cartão de Confirmação da Inscrição.

Qual o tema da redação do Enem?

Claro que essa pergunta não pode ser respondida antes do início das provas, mas há alguns indícios e dicas de professores especializados. Conhecer as provas de redação anteriores pode ajudar os candidatos, segundo o coordenador de Integração Pedagógica do SAS Plataforma de Educação, Vinicius Beltrão. "Os temas de redação geralmente são cíclicos. Ou vão trazer questões de inclusão ou questões sobre cidadania e ética. Podem falar de comportamento, de sociedade da informação, esses temas macros sempre são previstos pensando numa realidade brasileira".

Quantas linhas tem a redação do Enem?

No mínimo sete linhas manuscritas, qualquer que seja o conteúdo, e de dez linhas escritas no sistema Braille. O máximo é de 30 linhas.

Questões do Enem

Para testar os conhecimentos, os estudantes podem acessar gratuitamente o Questões Enem, um banco que reúne as questões do Enem de 2009 a 2020. No sistema, é possível escolher quais áreas do conhecimento se quer estudar. O banco seleciona as questões de maneira aleatória.

Qual o horário do Enem 2021?

No primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, este domingo (21), os candidatos farão, além das provas objetivas de linguagens e ciências humanas, a única prova subjetiva da avaliação, a redação.

Os portões abrem às 12h e fecham às 13h. Não é permitido entrar após o fechamento dos portões. As provas começam a ser aplicadas às 13h30 e terminam às 19h. O horário é o de Brasília. No próximo domingo (28), os participantes fazem as provas de matemática e ciências da natureza.

 

Comentários

Últimas notícias