COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Enem: a seis meses das provas, 10 clássicos da literatura que você precisa conhecer

A professora Fernanda Bérgamo aproveitou o Dia da Literatura Brasileira para listar 10 livros que são cobrados no Enem. Provas serão dias 13 e 20 de novembro. Inscrições começam no próximo dia 10 de maio

Margarida Azevedo
Cadastrado por
Margarida Azevedo
Publicado em 02/05/2022 às 16:00 | Atualizado em 02/05/2022 às 16:51
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Feras que farão o Enem em novembro devem ficar atentos aos clássicos cobrados nas provas - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Leitura:

A pouco mais de seis meses para a aplicação das provas do Enem - serão nos dias 13 e 20 novembro - é importante que os estudantes fiquem atentos a livros que podem ser cobrados nos testes, sobretudo no de linguagens. No último domingo (1º) foi comemorado o Dia da Literatura Brasileira. Foi nessa data, em 1829, que nasceu José de Alencar, um dos grandes autores brasileiros.

A professora de redação e português Fernanda Bérgamo aproveitou a data para listar 10 obras clássicas escritas em português que os vestibulandos devem ler enquanto estão se preparando para o Enem.

Ela cita oito autores, sendo seis brasileiros e dois portugueses. Além de José de Alencar, aparecem, entre os brasileiros, Machado de Assis, Graciliano Ramos, Manuel Antônio de Almeida, Aluísio de Azevedo e Jorge Amado. Completam as listas os portugueses Luís Vaz de Camões e Eça de Queirós

INSCRIÇÕES

As inscrições para o Enem começarão na terça-feira da próxima semana, dia 10 de maio, e vão até 21 de maio. A taxa de inscrição terá o mesmo valor do ano passado, R$ 85.

No primeiro dia do exame, 13 de novembro, serão aplicadas as provas de linguagens, redação e ciências humanas. No segundo dia, 20 de novembro, os candidatos terão testes de matemática e ciências da natureza.

A inscrição é feita virtualmente, na página do participante. O estudante deve informar o número de seu CPF e a sua data de nascimento. Tem que obrigatoriamente indicar se vai querer participar do Enem impresso ou do Enem digital. As duas versões serão realizadas nas mesmas datas e horários.

Para o Enem impresso não há limitação de vagas, mas no Enem digital sim. Para o País o Inep vai disponibilizar 101.100 vagas para a versão digital, com preenchimento por ordem de inscrição.

Para Pernambuco serão novamente 3 mil vagas e nas mesmas cidades: 2 mil para Recife, 500 para Caruaru (Agreste) e 500 para Petrolina (Sertão).

O Enem digital é exclusivo para participantes concluintes do ensino médio em 2022 ou que já terminaram essa etapa da educação básica.

CLÁSSICOS

Veja, abaixo, 8 clássicos da literatura brasileira e dois da literatura portuguesa, elencados pela professora Fernanda Bérgamo, importantes para quem vai fazer o Enem

1. Iracema, de José de Alencar
Escrita pelo cearense José de Alencar e publicada em 1865, a obra possui um final trágico, retrata uma lenda de sua terra natal e o consagrou como um dos maiores nomes da literatura brasileira

2. Dom Casmurro, de Machado de Assis
A obra é uma das mais aclamadas da literatura brasileira. Publicada em 1899, um dos enredos principais de Dom Casmurro é o ciúme, sentimento que alimenta uma das grandes incógnitas da nossa literatura: teria Capitu realmente traído Bentinho com Escobar?

3. Vidas Secas, de Graciliano Ramos
Vidas Secas é uma das obras de sucesso do romancista Graciliano Ramos. Publicada em 1938, retrata histórias da infância do autor, que aborda temas como a desonestidade, o flagelo humano, a seca e as condições subumanas de sobrevivência

4. Senhora, de José de Alencar
Publicada em 1875, Senhora é mais uma obra de sucesso de José de Alencar. A trama mostra como o amor e os bens materiais podem mudar os rumos das vidas das pessoas, em especial de Aurélia Camargo e Fernando Seixas, protagonistas do romance

5. Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões
Obra poética escrita pelo português Luís Vaz de Camões e publicada em 1572, composta por 10 cantos que narram as principais passagens da história de Portugal, como as expedições de Vasco da Gama

6. Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida
Publicado em 1854, o romance destaca o interesse das pessoas por bem materiais e apresenta o cotidiano das classes desfavorecidas da época

7. O Cortiço, de Aluísio de Azevedo
O livro foi lançado em 1890 e conta a história de João Romão, imigrante português, comerciante e dono de um cortiço, além de explorar assuntos como obsessão por trabalho e ganho de dinheiro de forma ilícita

8. Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis
Outro romance de bastante sucesso de Machado de Assis, foi publicado como livro em 1881. A obra é narrada em primeira pessoa por Brás Cubas, homem morto e que deseja escrever a sua biografia

9. O Primo Basílio, de Eça de Queirós
É uma das obras mais importantes do escritor português Eça de Queirós. Publicada em 1845, os seus temas principais são o adultério e a chantagem, com tom de crítica à burguesia portuguesa da época

10. Capitães da Areia, de Jorge Amado
É um dos clássicos mais jovens da literatura brasileira, tendo sido lançado em 1937. O enredo passa na cidade de Salvador nos anos 30 e tem como temas principais a pobreza, a liberdade e a revolta

 

Comentários

Últimas notícias