FRENTE POPULAR

No PT, a aposta é que Carlos Veras seja o candidato ao Senado

Fontes do PT em Pernambuco, ouvidas pela coluna, contam que Carlos Veras é o nome mais aceito entre as bases para representar o partido na disputa pelo Senado

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 17/02/2022 às 15:49
PABLO VALADARES/AGÊNCIA CÂMARA
MAIS PALATÁVEL Deputado seria um nome mais aceito pelo PSB do que Marília Arraes, que faz oposição à sigla - FOTO: PABLO VALADARES/AGÊNCIA CÂMARA
Leitura:

Fontes do PT em Pernambuco, ouvidas pela coluna, contam que Carlos Veras é o nome mais aceito entre as bases para representar o partido na disputa pelo Senado. Os petistas exigem do PSB a candidatura à Câmara Alta pela Frente Popular e apostam no deputado federal para representar a legenda.

O parlamentar, oficialmente, concorre com Teresa Leitão e Marília Arraes a indicação do PT ao Senado, que deve ser definida oficialmente em breve. Fonte da coluna, porém, conta que a deputada federal nunca teve chances de ser escolhida para compor a majoritária na eleição deste ano. 

Entre Carlos Veras e Teresa Leitão, contam os interlocutores do PT, o deputado federal vem recebendo mais apostas. Ainda há o processo oficial do partido, a ser realizado em breve, mas a visão é que o parlamentar tem a maior chance de sair como escolhido.

Reprodução - Colagem nossa
Teresa Leitão, Marília Arraes e Carlos Veras são cotados para concorrer ao Senado pelo PT. Nome pode representar a Frente Popular de Pernambuco - Reprodução - Colagem nossa

Como mostrou a coluna mais cedo, Carlos esteve em Gravatá discutindo a eleição estadual com o pessoal da Federação dos Agricultores de Pernambuco (Fetape). Na pesquisa Vox Populi, ele se mostrou competitivo na disputa pela Câmara Alta, com 10% das intenções de voto.

De acordo com fonte do partido, Marília Arraes entende que não tem chances. "Insistindo na candidatura, porém, ela ganha um espaço de mídia espontânea que ela jamais teria se ela assumisse a condição de mera candidata a deputada federal", avalia o interlocutor.

A candidatura do PT ao Senado e o acordo com o PSB

O PT pleiteia a vaga ao Senado pela Frente Popular diante de uma eleição peculiar. Lula (PT) é um importante ativo eleitoral e 35% do eleitorado pernambucano, segundo pesquisa, diz que votaria num candidato apoiado ou indicado pelo ex-presidente.

Nesse sentido, como já avaliou a cientista Nara Pavão em entrevista concedida à coluna, seria importante a candidatura de Danilo Cabral (PSB) contar com o apoio do PT e, consequentemente, de Lula. A presença do ex-presidente, porém, está condicionada ao alinhamento entre os partidos.

O problema é que a vaga ao Senado pela Frente Popular é objeto de disputa de diversos partidos aliados, como o PP de Eduardo da Fonte, o PDT de Wolney Queiroz, o PSD de André de Paula e o Republicanos de Silvio Costa Filho.

Comentários

Últimas notícias