1º TURNO

Pesquisa eleitoral mostra menos de 5% de distância entre Lula e Bolsonaro

A pesquisa eleitoral do Instituto Paraná, divulgada nesta quarta-feira (4), mostra que menos de cinco pontos percentuais separam Lula (PT) de Jair Bolsonaro (PL)

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 04/05/2022 às 14:32 | Atualizado em 04/05/2022 às 14:49
MARCOS CORREA/PR E RICARDO STUCKERT/INSTITUTO LULA
Bolsonaro e Lula - FOTO: MARCOS CORREA/PR E RICARDO STUCKERT/INSTITUTO LULA
Leitura:

A pesquisa eleitoral do Instituto Paraná, divulgada nesta quarta-feira (4), mostra que menos de cinco pontos percentuais separam Lula (PT) de Jair Bolsonaro (PL) na intenção de voto para o 1º turno das eleições deste ano.

A pesquisa mostra que Lula se mantém no mesmo patamar desde fevereiro. Desde o segundo mês deste ano, ele variou entre 38,9% a 40,1%, fechando com 40% de intenção de voto no começo de maio. Já o presidente Jair Bolsonaro saiu de 29,1% para 35,2%. 

Augusto Tenório
Intenção de voto para Presidência da República, segundo Paraná Pesquisas de maio - Augusto Tenório

Num cenário sem Luciano Bivar (UB) e sem Ciro Gomes (PDT), Lula consegue aumentar sua vantagem com relação a Jair Bolsonaro, chegando a 42,6%. O atual presidente, nesse cenário, cresce apenas 0,5%, chegando a 35,7%.

A pesquisa eleitoral também indica vitória de Lula num eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro, mas a distância neste momento é de 7,7 pontos percentuais. O petista fica com 46,4% de intenção de voto e o atual presidente tem 38,7%.

Mais informações sobre a pesquisa eleitoral do Instituto Paraná

Para a realização desta rodada da pesquisa eleitoral, o Paraná Pesquisas realizou 2020 entrevistas pessoais, face a face, com eleitores com 16 anos ou mais, em 26 Estados e Distrito Federal e em 166 municípios brasileiros entre os dias 28 de abril e 03 de maio de 2022.

"Tal amostra representativa do Brasil atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de 2,2% para os resultados gerais", indica o Paraná Pesquisas.

Comentários

Últimas notícias