ELEIÇÕES 2022

Miguel Coelho propõe criação de maternidades em 8 regiões de Pernambuco

Pré-candidato ao Governo de Pernambuco, Miguel Coelho (UB) aguardou o Dia das Mães, celebrado neste domingo (8), para apresentar uma proposta para a construção de 8 maternidades regionais no estado

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 08/05/2022 às 12:15
JONAS SANTOS/DIVULGAÇÃO
FOCO Miguel defende que os problemas do Estado sejam prioridade - FOTO: JONAS SANTOS/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Pré-candidato ao Governo de Pernambuco, Miguel Coelho (UB) aguardou o Dia das Mães, celebrado neste domingo (8), para apresentar uma proposta para a construção de 8 maternidades regionais no estado. A ideia é implantar unidades para atender as gestantes nas Matas Norte e Sul; Agrestes Meridional e Setentrional; e nos Sertões.

O pré-candidato defende que, desta forma, além de ampliar o atendimento, o projeto aproxima o acompanhamento médico e reduz deslocamentos para as mães que moram em cidades sem maternidades.

“Existem grávidas que viajam centenas de quilômetros numa ambulância quente para ter um filho. No Sertão, famílias precisam ir para o Ceará ou para a Paraíba. É inadmissível e desumano. Nossa ideia é criar maternidades regionais e humanizadas para que não haja mais tanto deslocamento, para que as mães tenham dignidade, acolhimento e, principalmente, as vidas sejam preservadas”, explica o pré-candidato do União Brasil.

Miguel Coelho ainda fez uma defesa da gestão realizada por ele em Petrolina, onde ele criou um centro de partos municipal, com atendimento humanizado e que ajudou a desafogar o hospital estadual. O pré-candidato foi prefeito da cidade entre 2017 e 2022, quando deixou a Prefeitura para concorrer ao Governo.

“Tivemos a oportunidade de inaugurar uma casa de partos e ao lado uma clínica da mulher. Essa é uma das obras que mais tenho orgulho. A casa de partos é um lugar acolhedor, que prioriza um tratamento mais sensível, humanizado e que foi importante para reduzir a lotação no Hospital Dom Malan. A importância disso para mim é sagrada, pois estamos falando da vida de uma criança, da mãe e todo o núcleo familiar.”

Comentários

Últimas notícias