Casamento com o PT

Paulo Câmara nomeia esposa de ex-prefeito João da Costa como secretária

Cada vez mais dependente do PT, no Estado, PSB abre as portas de secretarias. Esposa do ex-prefeito do Recife já ocupava outro cargo na gestão estadual. Jamais saiu

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 19/05/2022 às 12:31 | Atualizado em 19/05/2022 às 12:51
Acervo/JC Imagem
Ex-prefeito do Recife pelo PT, ele disse que houve uma 'pequena discussão', mas sem hostilidade - FOTO: Acervo/JC Imagem
Leitura:

Sem alarde, o governador Paulo Câmara nomeou Marília Lucinda Santana de Siqueira Bezerra para um cargo em comissão, sem concurso, no Governo do Estado.

Marília Bezerra é esposa do ex-prefeito do Recife, João da Costa (PT).

A servidora já ocupou outros cargos de confiança na gestão de Paulo Câmara. Foi presidente da estatal EPTI e também foi comissionada na Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco.

Agora, Marília Bezerra ocupará nova função na gestão estadual. Será secretária executiva de Gestão, na Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude. ]

Segundo o ato do governador, ela ocupará o novo cargo a partir de 12 de maio.

João da Costa e a caixa de pandora

Quem acompanha com memória a política local, lembra ao blog que, na última semana da eleição de 2020 para a Prefeitura do Recife, o ex-prefeito João da Costa (PT) prometeu, em publicação no Twitter, "abrir a Caixa de Pandora na hora certa".

A fala foi feita após críticas ao período em que João da Costa foi prefeito, de 2009 a 2012, feitas por parte do então candidato João Campos, do PSB, partido que tinha Milton Coelho como vice do petista na Prefeitura, que disputou o segundo turno contra Marília Arraes, do PT.

A Caixa de Pandora é um objeto que faz parte da mitologia grega. Trata-se de um caixa onde os deuses colocaram todas as desgraças do mundo, entre as quais a guerra, a discórdia, as doenças do corpo e da alma. Contudo, nela havia um único dom: a esperança.

Até hoje João da Costa não "abriu a caixa".

Comentários

Últimas notícias