Eleições 2022

FUNDO ELEITORAL: veja ranking dos partidos com mais dinheiro para campanha de 2022

R$ 4,9 bilhões foram divididos entre os 32 partidos brasileiros para a campanha eleitoral deste ano

Antônio Gois
Cadastrado por
Antônio Gois
Publicado em 16/06/2022 às 14:14 | Atualizado em 16/06/2022 às 14:24
Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agencia Brasil
Os maiores beneficiados serão o União Brasil (fusão entre DEM e PSL) e o PT. - FOTO: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agencia Brasil
Leitura:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nessa quinta-feira (16) a distribuição dos R$ 4,9 bilhões do Orçamento 2022 para o Fundo Eleitoral.

O reparte desconsidera as mudanças dos últimos quatro anos nas bancadas, levando em conta a quantidade de deputados e senadores eleitos por cada legenda em 2018.

De acordo com o TSE, o montante (R$ 4.961.518.777) é o maior desde 2017, por causa da reforma política que criou o fundo eleitoral e limitou as doações realizadas por pessoas físicas.

A presença no Congresso representará a divisão de 98% do valor. Desta porcentagem, 35% serão divididos igualitariamente entre os partidos que tiveram, pelo menos, um deputado eleito em 2018.

48% serão divididos de forma proporcional às bancadas de cada partido na Câmara e o outros 15% vão ser referentes à proporção das bancadas no Senado.

O valor restante dos 2% serão distribuídos igualitariamente entre os partidos, representando cerca de R$ 3,1 milhões. Esse valor será recebido até mesmo para as legendas sem nenhum eleito em 2018.

DIVISÃO DO FUNDO ELEITORAL:

Resultado da fusão entre o DEM e o PSL, o União Brasil, será o dono do maior montante, e contará com R$ 782 milhões para campanha. O PT (R$ 503 milhões), MBD (R$ 363 milhões), PSD (R$ 349 milhões) e o PP (R$ 344 milhões) vêm em seguida.

Confira a lista completa:

  • União Brasil: R$ 782,5 milhões
  • PT: 503,4 milhões
  • MDB: R$ 363,2 milhões
  • PSD: R$ 349,9 milhões
  • PP: R$ 344,8 milhões
  • PSDB: R$ 320 milhões
  • PL: R$ 288,5 milhões
  • PSB: R$ 268,9 milhões
  • PDT: R$ 253,4 milhões
  • Republicanos: R$ 242,2 milhões
  • Podemos: R$ 191,4 milhões
  • PTB: R$ 114,5 milhões
  • Solidariedade: R$ 113 milhões
  • PSOL: R$ 100 milhões
  • PROS: R$ 91,4 milhões
  • Novo: R$ 90,1 milhões (partido comunicou que vai devolver o valor)
  • Cidadania: R$ 87,9 milhões
  • Patriota: R$ 86,5 milhões
  • PSC: R$ 76,2 milhões
  • PCdoB: R$ 76,1 milhões
  • Rede: R$ 69,7 milhões
  • Avante: R$ 69,2 milhões
  • PV: R$ 50,6 milhões
  • Agir: R$ 3,1 milhões
  • DC: R$ 3,1 milhões
  • PCB: R$ 3,1 milhões
  • PCO: R$ 3,1 milhões
  • PMB: R$ 3,1 milhões
  • PMN: R$ 3,1 milhões
  • PRTB: R$ 3,1 milhões
  • PSTU: R$ 3,1 milhões
  • UP: R$ 3,1 milhões

Comentários

Últimas notícias