bastidores

Mal-estar com vaias faz Paulo Câmara e João Campos boicotarem evento com Lula. Saiba mais

Em primeiro evento do dia, Paulo Câmara e João Campos não compareceram ao Teatro do Parque, depois de vaias em Garanhuns e Serra Talhada. Danilo Cabral evitou discursar

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 21/07/2022 às 17:32 | Atualizado em 21/07/2022 às 18:34
Felipe Ribeiro
Lula (PT) e Danilo Cabral (PSB) em Garanhuns - FOTO: Felipe Ribeiro
Leitura:

A militância petista não perdoou ainda o voto de Danilo Cabral pelo impeachment de Dilma e as acusações de corrupção do prefeito João Campos contra os petistas nas eleições de 2020 e a sua resistência de não aceitar o PT compondo sua gestão.

Por conta disto, foram ouvidas vaias em Garanhuns ao governador Paulo Câmara, ao prefeito do Recife João Campos e ao candidato a governador do PSB Danilo Cabral.

De acordo com fontes bastante confiáveis do blog de Jamildo, sobre os bastidores da visita de Lula, essas vaias em Garanhuns e Serra Talhada acabaram criando um clima de mal estar considerável entre os dirigentes dos dois partidos.

Ato contínuo, como resposta aos acontecimentos no interior, o governador Paulo Câmara e o prefeito João Campos não compareceram ao ato de Lula com a Cultura hoje pela manhã, no Teatro do Parque. Temeram ser novamente vaiados. Apenas artistas, produtores, Alckimin e próprio Lula tiveram direito a falas.

Neste cenário, o candidato Danilo Cabral foi aconselhado a não falar.

"As rusgas entre os grupos ainda desafiam a relação PSB/PT e o próprio palanque da Frente Popular no Estado. A expectativa passa a ser agora com o ato político no Classic Hall. O clima nos bastidores é de tensão", afirma uma fonte socialista.

"Uma coisa temos que concordar. O gado petista não é tão gado quanto o bolsonarista. Se o candidato de Bolsonaro fosse Danilo Cabral, com apoio de Paulo Câmara, a turma tava apoiando e chamando de melhor governador", observou um aliado de Raquel Lyra.

Ato de Lula no Recife nesta quinta

O ex-presidente Lula estará em Pernambuco na quarta e quinta-feira, quando participa de atos públicos em Serra Talhada, Garanhuns e Recife. Na capital, o evento acontecerá na quinta, 21, a partir das 17h no Classic Hall.

Inicialmente, o ato estava agendado para a Praça do Carmo, mas precisou ser remanejado por causa da previsão de chuva.

Comentários

Últimas notícias