AJUDA

João Campos conversa com Eduardo Leite e envia donativos para vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul

Prefeito do Recife afirmou que conversou com o governador Eduardo Leite e colocou a prefeitura do Recife à disposição para ajudar

Imagem do autor
Cadastrado por

Rodrigo Fernandes

Publicado em 07/09/2023 às 15:00 | Atualizado em 07/09/2023 às 15:00
Notícia
X

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), revelou nesta quinta-feira (7) que esteve em contato com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) — aliado de Raquel Lyra —, e enviou donativos para as vítimas das fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul.

Segundo a Defesa Civil gaúcha, 79 municípios foram afetados, deixando 37 mortos, mais de 1,6 mil pessoas desabrigadas, 3 mil desalojadas e mais de 52 mil afetadas de alguma forma. O Governo Federal reconheceu estado de calamidade pública nessas cidades.

De acordo com João Campos, a prefeitura do Recife enviou kits de higiene e 500 colchões doados por assistência social para auxiliar as vítimas das chuvas.

"Quero deixar nossa solidariedade e apoio ao Rio Grande do Sul e às famílias atingidas pela tragédia climática. As doações já chegando em Porto Alegre, 500 colchões doados por Assistência Social, parceria com a Azul Linhas Aéreas", disse o socialista pernambucano.

"Conversei com o governador Eduardo Leite, colocando Recife à disposição. Com o apoio da Azul, enviamos donativos, entre colchões e kits de higiene. Contem conosco", afirmou João.

Ontem, a governadora Raquel Lyra afirmou que acompanhava as notícias do Rio Grande do Sul com apreensão.

"Minhas orações e minha solidariedade para as famílias afetadas pela maior tragédia natural da história do Rio Grande do Sul. E toda minha força ao meu amigo governador Eduardo Leite", publicou Raquel em uma rede social.

Chuvas Rio Grande do Sul: Governo Federal reconhece calamidade pública

O Governo Federal, por meio do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, reconheceu, nesta quinta-feira (7), estado de calamidade pública em 79 municípios do Rio Grande do Sul em decorrência das fortes chuvas que devastam a região.

A decisão permite que essas cidades possam solicitar recursos emergenciais para atender à população e apresentar planos de trabalho para reconstrução das áreas afetadas.

A medida foi publicada em portaria assinada Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil Wolnei Wolff Barreiros.

"A medida reafirma o compromisso do presidente Lula, que garantiu, na última terça-feira, em seu programa semanal de rádio, Conversa com o Presidente, que o Governo Federal não poupará esforços para atender às vítimas do desastre", diz o ministério.

VEJA MAIS CONTEÚDO:

Tags

Autor